ENCONTRO DE ADVOGADOS EVANGÉLICOS PASSA A INTEGRAR CALENDÁRIO OFICIAL DA OAB SP


20/09/2007

O evento aconteceu no Clube Homs nesta quinta-feira (20/9).

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, ao abrir o II Seminário Estadual de Advogados Evangélicos, no Clube Homs, pela manhã -  comunicou que o evento será incluído no calendário oficial da OAB SP.“  Esta comissão (de Direito e Liberdade Religiosa) é  pioneira e demonstra a importância de um espaço como este , no qual os advogados possam  debater temas de interesse relacionados à questão religiosa”, ponderou  D´Urso.

Calculando que haja entre 20% a 22% de advogados evangélicos no Estado de São Paulo,  o presidente da Comissão,  José Luiz  de Oliveira, entende que o encontro constitui o fortalecimento desse segmento religioso. “ A classe dos advogados evangélico ansiava por este encontro para que pudesse ampliar o debate do Direito aliado à doutrina cristã’, afirmou.

 Ao longo do dia, os participantes acompanharam uma extensa programação de palestras."Advocacia e Ética Cristã" foi o tema abordado por Regina Toledo Damião, advogada e coordenadora do curso de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, às 9h30. A seguir, David Teixeira de Azevedo, advogado criminalista, professor da Faculdade de Direito da USP, vice-presidente do Instituto dos Advogados Cristãs do Brasil, membro da Comissão de Direitos e Prerrogativas e de Estágio e Exame de Ordem da OAB SP, discorreu sobre "Direito de Adoração e a Lei do Psiu".

Às 11h15, Luis Alberto Rodrigues, advogado do Departamento Jurídico da Companhia Energética de São Paulo, especializado em Direito Civil e Processo Civil pela Escola Paulista, debateu a "Ação Indenizatória e Pregações em Culto de Louvores a Deus". Às 13h30, Dino Ari Fernandes, pastor metodista desde 1975, ex-presidente estadual da União dos Profissionais Evangélicos do Direito, advogado militante, professor de Direito Civil, Estatuto da Criança e do Adolescente e do Consumidor da UNG, mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela UNIMES,  tratou do "Ecumenismo, Inter-religiosidade e Efeitos na Liberdade Religiosa".

Às 14h15, Damaris Dias Moura Kuo, advogada, membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB SP e membro da diretoria da Associação Brasileira de Liberdade Religiosa, discutiu "Discriminação Religiosa, Profissional, Escolar e Social". Às 15h, Bispo Gê, deputado federal e pastor evangélico, falou sobre "Aborto, Célula-Tronco e Clonagem, segundo a Doutrina Cristã".

Além dos palestrantes e participantes, estavam presentes os conselheiros seccionais Cícero Harada, Fabio Marcos Trombetti, Rui Augusto Martins e Gilberto Garcia, este último da OAB-RJ,  e os presidentes de Subsecção, Uriel Carlos Aleixo, de São Bernardo do Campo, e Marco Antonio Mateus, do Tatuapé.