COMISSÃO DA MULHER ADVOGADA REALIZA ENCONTRO ESTADUAL E LANÇA CARTILHA


08/10/2007

A Comissão da Mulher Advogada da OAB SP realizou na última sexta-feira (5/10), às 15h30, no Hotel Mercure, o “I Encontro Estadual das Presidentes das Comissões da Mulher Advogada das Subsecções da Capital e Grande São Paulo”.


“ Nossa proposta é ampliar o debate realizado no âmbito da Comissão da Mulher Advogada, deixando o viés  da violência contra a mulher. A Comissão pretende  atuar em várias outras frentes, inclusive naquelas voltadas à cidadania, com iniciativas  que gerem até proposta de mudança legislativa que beneficiem a mulher”, afirma Helena Maria Diniz, presidente da Comissão da Mulher Advogada e da Subsecção da Lapa.

 Diniz quer que as advogadas sejam mais atuantes na política de classe. “ Em 218 Subsecções da OAB SP, apenas 34 são comandadas por mulheres.  Entendemos que a participação da mulher tem de crescer, sendo proporcional ao número de inscritas, que vai superando a margem de 50%”, afirma ela.

 Para o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, este tipo de evento é importante porque  debate temas do dia a dia da mulher advogada para extrair propostas que a OAB SP possa encampar. “As mulheres ainda são vítimas de uma odiosa discriminação, inclusive no Judiciário, na Polícia , no Ministério Público.  Essa discriminação pode e deve ser enfrentada. Precisamos dialogar, verificar o que está acontecendo e reagir”, ponderou D´Urso.

 Na avaliação de Ivette Senise Ferreira, conselheira e vice-diretora da ESA, estes encontros são produtivos porque permitem uma troca de experiência  e o debate das partes para que o todo caminhe melhor”, ressalta.

 Durante o evento foi lançada a “ Cartilha de Estruturação dos Trabalhos e Objetivos da Comissão da Mulher Advogada”, coordenada por Clarice  D´Urso,  e que visa fixar uma meta de trabalho para as Comissões que atuam junto às Subsecções do Estado, reunindo regimento interno, competências,  metas da Comissão, além de mensagens da Diretoria.

 “ Inicialmente foram impressas 2 mil cartilhas, mas  assumimos com o presidente D´Urso o compromisso de buscar parcerias para  imprimir 50 mil exemplares para que a Cartilha chegue a atingir todas as mulheres advogadas de São Paulo”, afirmou Tallulah Carvalho, conselheira e diretora adjunta da Mulher Advogada.

 No encontro, o vice-presidente da Caasp, Kozo Denda, o secretário geral, Laertes Soares, e o diretor da área médica, Jairo Haber, comunicaram  que a CAIXA vai realizar a Campanha de Saúde da Mulher, voltada à prevenção e diagnóstico precoce do câncer do colo de útero e da mama e exame de densitometria óssea, destinando para tanto recursos da ordem R$ 400mil.