PRESIDENTE DA OAB SP LAMENTA MORTE DE RUTH CARDOSO


25/06/2008

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, divulgou nesta quarta-feira (25/6), Nota Pública, lamentando a morte da antropóloga e ex-primeira-dama do país, Ruth Cardoso, aos 77 anos, em São Paulo, vítima de arritmia cardíaca. “Pela sua postura de intelectual pioneira, dotada de espírito independente, preocupada com as questões sociais e de defensora da ética da solidariedade, a perda de Ruth Cardoso deixa uma vazio intelectual e social no Brasil”, afirmou D´Urso.

                                          NOTA PÚBLICA

 A OAB SP lamenta a morte da  antropóloga e ex-primeira-dama, Ruth Cardoso,  que deixa um legado para a povo brasileiro, tanto intelectual, quanto de cunho social. Ruth construiu uma consistente carreira  universitária e ajudou a criar uma das entidades mais expressivas da intelectualidade brasileira – o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), considerado um verdadeiro divisor de águas na pesquisa social do país.

 Ruth Cardoso teve a perspicácia de reconhecer, de forma pioneira, dentro do âmbito acadêmico,  a importância dos movimentos sociais no Brasil em toda a sua diversidade, de gênero, etnia e orientação sexual, empenhando-se na luta das mulheres por mais direitos. Um exemplo da intelectual que teve a sensibilidade  aguçada e os olhos abertos para os problemas  que envolvem a cidadania.

 A ex-primeira-dama também trabalhou por mudanças sociais, estando à frente do  Programa Comunidade Solidária,  que viabilizou ações concretas para combater as desigualdades e a exclusão social.  De forma pioneira, ajudou a consolidar o voluntariado no Brasil, ao estruturar uma rede de parceiros, públicos e privados,  dando sustentabilidade ao projeto, que  alcançou grandes resultados na alfabetização de jovens carentes e na capacitação de professores e alunos.

 Pela sua postura de intelectual pioneira, dotada de espírito independente,   preocupada com as questões sociais  e de defensora da ética da solidariedade,  a perda de Ruth Cardoso  deixa uma vazio intelectual e social no  Brasil.

 

                                                         São Paulo, 25 de junho de 2008

 

Luiz Flávio Borges D´Urso

Presidente da OAB SP