AMERICANA QUER BASES MAIS JUSTAS PARA CONVÊNIO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA


22/07/2008

Em assembléia, realizada nesta segunda-feira (21/7), na sede da OAB de Americana, advogados e toda a Diretoria decidiram - por unanimidade – externar apoio à decisão do presidente da OAB-SP – Luiz Flávio Borges D’Urso.

Na mesma assembléia, a Subsecção de Americana decidiu, também, que a renovação do  Convênio de Assistência Judiciária com a Defensoria Pública de São Paulo só deve ser feita em bases justas para a advocacia. No encontro corporativo, conforme o presidente da Subsecção, Guilherme M. Malufe, os participantes  deliberaram:

 

1 - As advogadas e advogados presentes manifestam seu apoio e solidariedade à Seccional da OAB-SP nas atitudes já tomadas em relação ao convênio e futuras negociações com a Defensoria Pública;

 

2 - As advogadas e advogados presentes recomendam a não inscrição no convênio aberto pela Defensoria Pública.

 

3 - As advogadas e advogados presentes recomendam a não realização de atos ad hoc, comunicando-se os juízes das comarcas de Americana e Nova Odessa, bem como solicitando àqueles que precisam da assistência judiciária a compreensão para com as reivindicações da classe.

 

Dessa forma, solicitamos seja dada a possível publicidade a referidas deliberações, dada a relevância e gravidade do assunto tratado.

Tags: