MORRE MARIA APARECIDA DE ALMEIDA MELO


11/05/2009

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, lamentou nessa segunda-feira (11/5), a morte da advogada e procuradora do Estado, Maria Aparecida de Almeida Melo, aos 75 anos, em São Paulo, irmã do ministro do STF, Celso de Melo.
Maria Aparecida faleceu no domingo (10/5), vítima de pneumonia e falência múltipla dos órgãos. O velório  e enterro acontecem em Tatui, sua cidade natal.
Formada pela Faculdade de Direito da USP - Turma de 1967, fez inscrição definitiva na OAB SP em 1968 e na sequência ingressou na Procuradoria Geral do Estado, atuando na Assessoria Técnica Legislativa, encarregada dos pareceres jurídicos que embasam sanções e vetos do govenador.

" Lamento a perda do ministro Celso de Melo porque sei da proximidade que tinha com sua única irmã e a perda de uma advogada pública de grande estatura profissional, que deixou uma contribuição valiosa, sustentada por seus profundos conhecimentos jurídicos", afirmou D´Urso.