SOBE TOTAL DE APROVADOS NO EXAME DE ORDEM COM ANULAÇÃO DE TRÊS QUESTÕES


17/06/2009

Com a anulação de três questões (28,50 e 64) do Exame de Ordem unificado 2009.1,o índice de aprovação no Estado de São Paulo sobe de 12% para 15,76%, deixando de ser o pior da história, segundo o presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem, Braz Martins Neto. Foram aprovados em releitura mais 702 candidatos, com 2.935 aprovados.

 “ O percentual de melhorou, mas ainda está distante da média final de aprovação em torno 20%, até porque está é a primeira fase, tem a segunda prova, que é prático-profissional. No Exame anterior, tivemos 43% de aprovados na primeira fase”, ponderou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.

 

 

A primeira fase do Exame unificado aconteceu em 17 de maio e foi a primeira participação da seccional paulista da OAB na prova nacional. No Estado de São Paulo se inscreveram 18.917 candidatos e apenas 2.233 foram aprovados, representando 12%. Segundo Braz Martins Neto, presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB SP, para cada questão anulada foram apresentados cerca de 500 recursos.

 

 Antes da releitura, no quadro nacional, São Paulo ficou em 24º lugar entre os 26 Estados que realizam o Exame de Ordem Unificado em todo o Brasil, com exceção de Minas Gerais. Apenas Mato Grosso (11,8%) e Amapá (11,6%) tiveram índices mais baixos. Entre as cidades com maior número de inscritos em São Paulo, os resultados foram: Campinas, com 911 inscritos e 98 aprovados, São José do Rio  Preto 855, com 87 aprovados; ABC, 131 com 17 aprovados e Ribeirão Preto 549, com 74 aprovados.

 

A segunda fase do Exame de Ordem, que é dissertativa, será no dia 28 de junho e estão habilitados os candidatos que obtiveram 50% de acertos na primeira fase.