PRESIDENTE ESPERA QUE 2010 SEJA O ANO DA ADVOCACIA


18/12/2009

Em breve começará um novo ano. Momento ideal para olharmos para traz e fazermos uma reflexão sobre o que foi feito.Há seis anos tivemos um sonho de modernizar, sanear financeiramente, ampliar  e melhorar os serviços disponibilizados aos advogados e propor novas soluções para antigos problemas, preparando a OAB SP para o futuro. Mas um sonho sonhado sozinho não passa de um sonho. Já um sonho sonhado coletivamente tem a força de se tornar realidade. E, ao longo de nossas duas gestões, com o apoio às nossas propostas e a participação dos quase 300 mil advogados do Estado,  conseguimos construir uma Nova OAB SP, hoje uma realidade inquestionável.

A edificação da Nova OAB SP começou com a quebra de paradigmas. Implantamos um choque de gestão na Ordem, descentralizando administrativa, política e financeiramente a entidade,  definindo  requisitos para a gestão de qualidade na prestação de serviços pelo ISO 9001,  criando um orçamento  participativo e revertendo dívidas herdadas da gestão anterior, que mantinha o patrimônio líquido da Seccional no negativo em R$ 6 milhões, ou seja, na falência. Atualmente o patrimônio líquido da OAB SP é positivo em R$ 60 milhões. 

O resultado apurado nas urnas em 2009, certamente, referenda um endosso às nossas propostas, à administração realizada e à certeza de que os advogados paulistas, destinatários finais do trabalho que empreendemos, desejam a continuidade de nossa gestão, feita de sonhos concretizados, paixão pela Advocacia e muitas realizações.
Nessa nova etapa à frente da OAB SP daremos prosseguimento a projetos importantes, como da luta em defesa das prerrogativas profissionais dos advogados. Essa sempre foi a bandeira maior da nossa gestão, com várias frentes de luta e que desejamos seja coroada de êxito com a aprovação do projeto, que propusemos em 2004, que criminaliza a violação das  prerrogativas profissionais dos advogados, já aprovado na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado Federal.

Também lutaremos pela aprovação do projeto das férias dos advogados, previstas para o mês de Janeiro, quando a Justiça continuará trabalhando, mas teremos suspensas as intimações e as audiências; a tributação dos escritórios de advocacia pelo Simples, a criação de uma rede social do advogado, a ampliação do projeto de atualização dos advogados por meio de cursos presenciais e a distância; encaminhamento da proposta ao Conselho Federal de isenção do pagamento da anuidade para as colegas a partir dos 65 anos sem a perda de nenhum benefício e ampliação dos serviços a CAASP.
Com o apoio renovado da classe, temos a certeza de que concretizaremos novos sonhos e contribuiremos para sanear problemas além  dos limites institucionais da OAB SP, mas que influem na rotina da advocacia, como a lentidão do Judiciário.  Nesse sentido, continuaremos a lutar pela instalação das varas judiciais já aprovadas, pela informatização do Judiciário Paulista e pela  sua autonomia financeira.
Com o planejamento e a descentralização característicos de nossa administração, temos a certeza de que honraremos nossos  compromissos futuros, a exemplo do que fizemos nos mandatos anteriores. Temos a plena convicção de que a OAB SP de 2010 é totalmente diferente daquela que  assumimos em 2006. Agora está mais ágil, eficiente, combativa, com maior número de serviços voltados aos advogados, mais atuante nos cenários estadual e nacional  e compromissada  a união da classe, a valorização e os interesses da Advocacia.

FELIZ NATAL!
E QUE 2010 SEJA O “ANO DA ADVOCACIA”!


Luiz Flávio Borges D’Urso
Presidente da OAB SP