D'URSO RECEBE COM RESERVAS DENÚNCIAS CONTRA TUMA JR


10/05/2010

Instado a se manifestar, o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, afirmou nessa segunda-feira (10/5), que recebeu com muitas reservas as denúncias contra o secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Jr, de envolvimento com Li Kwok Kwen, preso e acusado de liderar a máfia chinesa no Brasil. “ Recebo com reserva, aliás, como devem ser recebidas quaisquer denúncias que surjam na mídia em ano eleitoral”, destacou D´Urso.

Para o presidente da OAB SP, as acusações devem ser apuradas  e entende que o próprio Tuma Jr já veio a público referendar que os fatos denunciados já haviam sido apurados no âmbito de inquéritos policiais, que já foram arquivados. “ De qualquer maneira o que não se pode admitir é o pré-julgamento e o desrespeito aos primados constitucionais da ampla defesa, do contraditório e da presunção de inocência em respeito ao império do Estado Democrático de Direito”, ressaltou D´Urso.