SANSEVERINO PROPÕE UMA ADVOCACIA MAIS SUSTENTÁVEL E O SELO DE MÉRITO AMBIENTAL


05/10/2010

Em seu discurso de posse como presidente da Comissão de Sustentabilidade e Meio Ambiente da OAB SP, nesta quarta-feira (29/9), às 19 horas, no Salão Nobre da Ordem, o conselheiro seccional Carlos Alberto Maluf Sanseverino, convidou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, para liderar uma virada para uma OAB SP mais sustentável.

“O momento atual exige que a sociedade seja motivada e mobilizada, para assumir um caráter mais propositivo e nós advogados, temos a obrigação de resgatar a parcela de nossa responsabilidade, inclusive, para podermos questionar de forma concreta  a falta de iniciativas de alguns governos em implantar políticas pautadas pelo binômio sustentabilidade-desenvolvimento.

Segundo Sanseverino, todas as atividades rotineiras do ser humano podem sofrer alterações mínimas, para o bem do planeta. Até a forma como se administra um escritório  de advocacia. Segundo o Presidente, a Comissão de Sustentabilidade e Meio Ambiente, o universo dos advogados e suas famílias envolve mais de 2 milhões de pessoas.

“Nós advogados precisamos  fazer a nossa parte. Pequenas atitudes podem mudar a face da terra”, afirmou. Propôs a criação de um Selo Ambiental da OAB SP para  escritórios de advocacia que adotem as medidas da Cartilha Ambiental, a criação de um Prêmio Literário do Meio Ambiente e que os processos administrativos da Ordem sejam feitos por via eletrônica, além de oficinas,  seminários e a continuidade do Curso de Especialização em Direito Ambiental da ESA.

Com relação à Justiça, apontou a necessidade de digitalizar os mais de 18 milhões de processos que tramitam na Justiça Paulista, gerando economia em vários setores com reversões diretas na área ambiental. “Podemos marcar de forma definitiva essa marcha histórica para uma OAB mais sustentável”, ressaltou.Terminou com uma poesia e um  adágio – “Deus perdoa sempre, os homens, às vezes e o meio ambiente, nunca.” Afirmando  ao final,  Vamos cuidar dele !!

O Secretário Estadual do Meio Ambiente, Pedro Ubiratan de Azevedo, destacou que o momento é dramático para a questão ambiental e que o planeta será salvo, porém  a raça humana  corre perigo. Propôs a necessidade de quebrar paradigmas, olhando de outra forma a questão ambiental.

Afirmou que o Estado vem estimulando a economia de baixo carbono. Quanto mais carbono os humanos emitem na atmosfera (carros, indústrias, etc), mais calor, aumentando os  riscos de  alterações climáticas. “ São Paulo fabrica 25% do etanol do mundo, por isso é importante dar o exemplo na área de energia. “ e lembrou que isso não é tarefa só do governo, mas exercitada pela sociedade civil.

D’Urso encerrou  a cerimônia solene de posse ponderando  que a escolha de Carlos Sanseverino não foi feita somente com base na amizade, que vem  de longo tempo, mas  por suas qualidades pessoais e profissionais  e pelo seu compromisso com o meio ambiente.

O Presidente da OAB SP também ressaltou  e elogiou os vice-presidentes da Comissão que tomaram posse: Celso Antônio Pacheco Fiorillo, primeiro vice-presidente; Rosa Ramos, segunda vice-presidente e Patrícia Faga Iglecias Lemos, terceira vice-presidente. “Festejei essas indicações e todos os demais integrantes desse colegiado, que passam a desfraldar, a partir de agora, a continuidade de um projeto de conscientização e educação ambiental. As características desta Casa, muitos conhecem seus compromissos com a Advocacia, mas por força da legislação tem compromissos maiores com a cidadania. A OAB SP se mete em tudo, porque a lei manda. Essas obrigações legais precisam ser observadas pelos voluntários que trabalham nessa Casa”, comentou.

Ao final, o Presidente D’Urso fez uma homenagem para o advogado Jayme Vita Rosso por sua dedicação à causa do meio ambiente. Participaram também da posse Fábio Feldmann, ex-Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Fernando Rei, atual presidente da CETESB, Walter Lazzarini Filho, ex-presidente da CETESB; os desembargadores Antonio Celso Cortez e João Negrini Filho, e o chefe da procuradoria geral do estado  Jacques Lamarc,  o diretor cultural da OA SP, Umberto D'Urso, Carlos José Santos da Silva, Conselheiro Secional e presidente da Turma Deontológica do TED, Luiz Tadeu de Oliveira Prado, conselheiro seccional, Seara Filho, Secretário Executivo do Conselho Estadual do Meio Ambiente,Eliane Belfort, Diretora Titular do Comitê de Responsabilidade Social da FIESP, Coronel Ronaldo Severo Ramos, representando a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo,Adriano de Almada Messias, representando a Associação dos Advogados de Pinheiros, Nisete Giglio Moreno, representando a Subsecção de Santo André e Ivette Kawamura, representando a Comissão da Mulher Advogada.