OAB SP REPUDIA 'RODEIO' DA UNESP


27/10/2010

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, considerou “inominável” a agressão sofrida por alunas da Universidade Estadual Paulista no chamado “Rodeio de Gordas”, promovido por alunos da mesma universidade - Campus de Assis . “Além de atentar contra a dignidade da pessoa humana, caracteriza ofensa que pode resultar em crime contra a honra, na modalidade de injúria, cujo mote é ferir o foro intimo de um indivíduo, ao tocar em um ponto que lhe traga sofrimento “afirmou D´Urso.

Segundo o presidente da OAB SP, merece total repúdio a chamada “brincadeira” que, de acordo com a reportagem do jornal Folha de S. Paulo, levou alguns alunos a “de fato ‘montar’ nas costas das garotas”. “Essa agressão não pode ser tratada como um episódio inconseqüente. Faz um simulacro do gado na arena de rodeio. Negou-se às alunas seu direito mais precioso: a dignidade da pessoa humana, que  é um valor ético do qual não podemos abrir mão , especialmente dentro de uma instituição de ensino, à qual caberia observar esse valor”, ressaltou.

D’Urso destacou que a OAB SP, que anualmente promove Campanhas contra os trotes violentos no início dos anos letivos, não poderia silenciar diante desse tipo de atitude aviltante. “Esperamos que esse episódio lastimável, que trouxe sofrimento moral às suas vítimas, também sirva para punir seus promotores e criar novos valores de convivência dentro de uma das maiores universidades do país e em todos os demais campi”, concluiu o presidente da OAB SP.