PRESIDENTE ELEITO DO TJ-SP VISITA A OAB SP


16/03/2011

O presidente eleito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desembargador José Roberto Bedran, fez uma visita de cortesia ao presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, na última terça-feira (15/3), acompanhado dos desembargadores José Luis Palma Bisson e José Reynaldo Peixoto Souza.

Na visita formulou um convite  ao presidente D'Urso e a toda a Diretoria da Ordem para sua posse solene, que será realizada no dia 25 de março, no Palácio da Justiça, juntamente com a abertura da cerimônia de Abertura do Ano Judiciário. Bedran, que assume a presidência após o falecimento de Antonio Carlos Viana Santos, quer a ajuda da OAB SP na luta por mais verbas para o Poder Judiciário paulista

Para o presidente do TJ SP, o diálogo com a advocacia sempre deveria ser franco e aberto “Nós temos na advocacia uma grande parceira da magistratura e do Poder Judiciário. Sempre contamos com a colaboração do advogado que, com o Ministério Público, forma o tripé do Poder Judiciário”, afirmou Bedran.

O presidente D'Urso reiterou o respeito e amizade à Corte estadual e o firme propósito numa convergência de esforços de melhorar a Justiça do Estado, estabelecendo uma perfeita interlocução entre o Judiciário e a Advocacia e se comprometeu a dar todo apoio ao Judiciário Paulista para equacionar diferentes questões, entre elas a do orçamento do Judiciário que, para este ano sofreu uma redução de R$ 5,7 bilhões.

“O Orçamento do Judiciário precisa contemplar as necessidades da Justiça. Esperamos que o governador Geraldo Alckmin cumpra compromisso assumido na Ordem, durante a campanha,  de valorizar o Judiciário e a cidadania e suplementar as finanças da Justiça bandeirante”, ressaltou  D'Urso, lembrando que a Ordem continuará atuando ao lado do Tribunal de Justiça para que o Judiciário alcance sua autonomia financeira, já que possui recursos próprios advindos das custas judiciais.

José Roberto Bedran, que assume a presidência após o falecimento de Antonio Carlos Viana Santos, considera importante o apoio da OAB SP na luta por mais verbas para o Poder Judiciário paulista.

“A independência financeira do Poder Judiciário é fundamental. Este é um problema grave porque o Tribunal faz seu orçamento e lamentavelmente há cortes, mas o orçamento é decisivo para que nós mantenhamos um serviço atualizado e o pessoal do judiciário seja condignamente remunerado. Nesse ponto estamos contando também com a OAB SP na luta por um orçamento maior”, ressaltou.

Para o vice-presidente da OAB SP e presidente da Comissão de Assuntos do Judiciário, Marcos da Costa, a visita do presidente Bedran antes de assumir é uma deferência especial a OAB e a advocacia e a defesa do orçamento do Judiciário é grande bandeira a ser levantada esse ano. “Não só da advocacia, mas também do Ministério Público, dos juízes e serventuários porque é a base que dará sustentação a melhoria das atividades do Poder Judiciário, que tem sofrido cortes orçamentários e que no último exercício se deu na margem de 54% do orçamento proposto pelo Poder Judiciário”, explicou Costa.