ASSEMBLEIA FAZ HOMENAGEM À ADVOCACIA


05/04/2011

Instituindo a Medalha “Doutor Ives Gandra Martins ”, honraria conferida ao jurista, a Assembleia Legislativa também prestou homenagem à OAB SP, entregando uma medalha ao presidente em exercício, Marcos da Costa, em sessão solene realizada no dia 28 de março. A mesma homenagem foi extensiva à CAASP, bem como à Academia Paulista de Letras Jurídicas, à AASP e ao IASP.

 O presidente em exercício da Ordem, Marcos da Costa, revelou alegria por ver homenageada Academia Paulista de Letras Jurídicas, na pessoa do professor Ives Gandra Martins, mas também à OAB SP e à advocacia, uma vez que “toda a família da advocacia está aqui reunida para receber a homenagem desta casa de leis, que através do presidente Barros Munhoz, tem sido grande parceira da OAB SP, ouvindo a entidade em todas as questões referentes à advocacia e à cidadania, de forma a ficar o agradecimento – primeiro ao proponente – deputado Fernando Capez, e também ao presidente Barros Munhoz, por nos receber tão bem na Alesp”, concluiu Marcos da Costa.

Ao receber a sua medalha, o presidente da CAASP, Fábio Romeu Canton Filho, descreveu a homenagem como o “reconhecimento de que estas entidades, especialmente a que eu represento, têm agido no sentido de levar a cidadania não só aos advogados, mas à população de um modo geral. A CAASP de modo muito presente na vida cotidiana do advogado oferece uma série de benefícios estatutários, como inúmeros serviços que presta para melhorar a vida do advogado, para que ele tenha condições de advogar melhor e desenvolver profissionalmente a sua atividade cada vez melhor”, afirmou Canton Filho.

Um mestre reconhecido

A Assembleia Legislativa instituiu a medalha “Doutor Ives Gandra Martins ”, por iniciativa do deputado Fernando Capez, com o intuito de conferi-la a pessoas que se destacaram em contribuição para o fortalecimento de instituições democráticas. Na primeira edição da honraria, o próprio jurista foi merecidamente agraciado.

“No momento em que eu recebo uma homenagem do parlamento do meu estado, da Assembleia Legislativa, isso pra quem sempre defendeu os parlamentos é uma alegria uma emoção muito grande”, contou Ives Gandra. Aos 76 anos de idade, o jurista já presidiu e ainda é integrante da Academia Paulista de Letras, “que é a casa de cultura por excelência do Estado de São Paulo, onde nós temos expressões notáveis como Ligia Fagundes Telles, Paulo Bomfim, Mario Chami e outros elementos, hoje presidida magnificamente pelo Antônio Penteado Mendonça”, apontou. Ives Gandra ainda felicitou a OAB SP, a AASP e o IASP pelas medalhas recebidas.

Todos os presentes na sessão solene reconheceram os méritos de Ives Gandra, inclusive aqueles que não fazem parte do universo jurídico. Alencar Burti, presidente da Associação Comercial do Estado de São Paulo (ACSP), que se disse feliz ao ver uma “pessoa do caráter, da intelectualidade, da formação moral de Ives Gandra homenageada”, revelando que foi ao evento por ter grande admiração pelo jurista, “por que para ele a homenagem é justa”, concluiu.

A advocacia homenageada

Além da OAB SP e da CAASP, a AASP e o IASP também foram homenageados pela Assembleia Legislativa, nas pessoas de Haristóbolo de Oliveira Freitas – presidente da AASP – e Ivette Senise Ferreira – presidente do IASP.

“A AASP recebe com muita alegria e orgulho, em nome de seus 89 mil associados, uma homenagem vinda do parlamento estadual. Nós achamos que isso é um sinal absolutamente positivo”, apontou Haristóbolo. Já para Ivette Senise “o prazer é duplo, por que não apenas a entidade será homenageada, mas por que o maior homenageado da noite – Ives Gandra Martins Filho – foi nosso presidente no IASP. Foi autor de várias iniciativas e trabalhos de muito valor para o Instituto” concluiu Ivette.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Barros Munhoz, disse sentir-se “extremamente honrado de poder participar de uma homenagem a um dos maiores advogados do Estado de São Paulo, alguém que honra a classe”, fazendo citação a Ives Gandra Martins. Classificando como modesto advogado, o presidente do legislativo bandeirante afirmou ter orgulho de ver nos quadros da OAB SP, um jurista do porte e da cultura de Ives Gandra. Sobre as homenagens as entidades ligadas à advocacia, Barros Munhoz “reconhece o trabalho efetivo que a Ordem desenvolve, não apenas em favor dos advogados, mas em favor do Direito, da Justiça, do desenvolvimento de São Paulo e do Brasil. Da mesma forma, a Associação, o Instituto, todas as entidades que representam a advocacia”. As homenagens foram propostas pelo deputado Fernando Capez, afirmando que “quem mais zela pelo respeito a esses direitos e princípios é a OAB SP, a AASP, a CAASP, enfim todo o complexo que se forma em torno da advocacia”