OAB SP ENTREGA NOVAS CARTEIRAS NO DIA 26 DE AGOSTO


16/08/2011

A Comissão de Seleção e Inscrição da OAB SP realizará no próximo dia 26 de agosto nova cerimônia de entrega de novas carteiras a advogados ( 10 h) e estagiários (14 e 17 h) , no auditório da Fecomércio - Rua Dr. Plínio Barreto; 285 – Bela Vista, próximo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A última solenidade de entrega de carteira aconteceu no dia 28 de julho, quando a  advogada Mayara Ramos Turra Sobrane, formada pela Unip (Universidade Paulista), representou os novos inscritos na Ordem, lendo o Termo de Compromisso com a entidade e a advocacia. A banda da Base Aérea de São Paulo abriu a solenidade, executando o Hino Nacional e o Hino à Bandeira.

"Quem se forma em Direito se torna uma pessoa especial. Não é por uma dádiva do Criador, mas porque nenhuma outra profissão tem essa capacidade de entender o próximo, de interceder e, pelo trabalho, fazer a diferença na vida das pessoas", afirmou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D'Urso.

O advogado lembrou que a entidade está aberta à participação de estudantes, pela Comissão do Acadêmico de Direito, e para receber os novos profissionais, na Comissão do Jovem Advogado.

"Sejam bem-vindos a esta que é a maior entidade da sociedade civil do Brasil. A OAB é uma abstração, uma ficção jurídica, pois é uma personalidade jurídica. Mas ela se concretiza, se humaniza no trabalho diário de cada advogado a advogada. Você, que recebe a carteira da Ordem, saia daqui com a convicção de que você é a OAB. E que, se tocarem em você, tocarão em todos nós", afirmou D'Urso.

O conselheiro Rui Augusto Martins, representando o presidente da Comissão de Seleção e Inscrição da OAB SP, Marco Aurélio Vicente Vieira, parabenizou os novos advogados e estagiários. Ele desejou sucesso e disse esperar um dia ser homenageado como decano, e que os novos inscritos estejam à mesa como ícones da advocacia.

Durante a cerimônia, foram homenageados os decanos da advocacia: Francisco Firmo Savoldi, de 81 anos, Geraldo Loducca, 78, Haroldo Bastos Lourenço, 83, Luiz Fernandes Lima, 79, Regina Augusta de Campos Oliveira Ribeiro, 79, Samir Safadi, 78 e Zéquia Mincherian Chacon, 82, Nilton Sansone, 83, e Kamel Miguel Nahas, falecido em 12 de julho, aos 80 anos, e representado na solenidade por seu filho Maurício Nahas, também advogado.

O advogado Geraldo Loducca, consultor jurídico na área tributária e auditor fiscal do trabalho aposentado, disse que a homenagem é um bom "encerramento para a carreira". Loducca contou que, antes mesmo do estágio profissional como estudante de Direito na USP, já trabalhava em escritório de advocacia, fazendo serviços como entregas de documentos em fóruns e atendimentos mais simples.

"A tarefa dos novos advogados não é fácil. A gente sai da faculdade com mais ou menos uns 40% do que poderia ter. Seria bom se a gente pudesse começar antes, para pegar a prática de atendimento em fóruns e já ir ganhando algo a mais para enfrentar os colegas", disse.

Zéquia Mincherian Chacon, que trabalhou durante 42 anos na Câmara Municipal, como procuradora e escriturária, e também se formou pela USP, disse que a homenagem "foi emocionante". "Eu não esperava. Para mim, foi importante, porque depois de uma certa idade a gente nem espera receber um convite como esse. Estou aposentada na repartição, é importante ser lembrada."

"É uma cerimônia de destacada importância aos antigos advogados, por reconhecer as carreiras brilhantes e o muito que lutaram pela sociedade. É importante que ocorra em conjunto esse reconhecimento dos veteranos e dos novos, pois demonstra a importância da advocacia, consagrando figuras como exemplos para os novos", AFIRMOU MACARI.

"É uma beleza ver essas pessoas que começaram a carreira há 40, 50, 60 anos, que prestaram um serviço e já estão no fim de carreira, alguns aposentados, estão firmes e fortes, dando exemplo para quem hoje recebe a carteira. É uma festa muito bonita, com dois pólos interessantes" disse o desembargador José Roberto Neves Amorim, do Tribunal de Justiça paulista.

O magistrado também falou sobre o trabalho do Conselho Nacional de Justiça. Para Amorim, o órgão sofreu resistência no início de sua atuação, mas hoje é "fundamental para a Justiça brasileira, pois vem traçando uma diretriz para a Justiça nacional, respeitando sempre as peculiaridades regionais".

Também participaram da cerimônia Tallulah Kobayashi de A. Carvalho, conselheira e diretora-adjunta da OAB SP; George Niaradi, presidente da Comissão de Relações Internacionais; Eduardo Pereira da Silva, presidente da Comissão de Igualdade Racial; Luiz Carlos Ribeiro da Silva, conselheiro e vice-presidente da mesma comissão; Gilberto Rodrigues Porto, presidente da Comissão do Jovem Advogado; Alessandro de Oliveira Brecailo, presidente da Comissão de Visitas e Recepção; Aparecida Maria do Prado, representando a presidente da Comissão da Mulher Advogada; Karina Kufa, secretária da Comissão de Direito Administrativo, entre outras autoridades.