OAB SP PEDE SUSPENSÃO DE PRAZO AO TRF-3


11/10/2011

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, oficiou nesta terça-feira (11/10) ao presidente do Tribunal Regional Federal-3ª Região , desembargador Roberto Haddad, solicitando a suspensão dos prazos processuais na Justiça Federal diante da paralisação parcial dos servidores da Justiça Federal em várias comarcas do Estado.

Para  o presidente da OAB SP, as reivindicações dos  funcionários são justas e contam com o apoio da Advocacia, mas todo e qualquer movimento  de paralisação traz transtornos ao bom andamento da Justiça, que já é morosa. " Os danos de uma greve dos servidores da Justiça são irreparáveis à advocacia e aos direitos do jurisdicionado”, afirmou D´Urso.

Os servidores do Judiciário Federal estão parcialmente paralisados pela aprovação do PL 6613/09, que revisa o Plano de Cargos e Salários (PCS) dos servidores  do Judiciário Federal, em tramitação na Câmara dos Deputados, cuja votação depende de acordo com o governo.

Veja a íntegra do ofício

Senhor Presidente.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo, preocupada com a paralisação dos serviços forenses, ocasionada pela greve dos serventuários da justiça federal em algumas cidades do interior, e suas desastrosas consequências, que atingem não somente os advogados como toda a sociedade, solicita a Vossa Excelência a suspensão dos prazos processuais a partir da data da deflagração do movimento, até que sejam normalizadas as condições dos serviços forenses, a fim de se evitar maiores danos à atuação do advogado e ao direito do cidadão.

Contando com a costumeira atenção de Vossa Excelência, renovamos os protestos de nosso apreço e consideração. 

Luiz Flávio Borges D’Urso
Presidente

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Telefone (11) 32918175/77/78/79/81/9995-9796
assessoria.imprensa@oabsp.org.br