PRESIDENTE ELOGIA ESCOLHA DE IVAN SARTORI PARA PRESIDIR O TJ-SP


07/12/2011

Após anúncio que o desembargador Ivan Ricardo Garísio Sartori será o novo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, fez manifestação elogiosa: “Um dos desembargadores mais competentes, experientes e respeitados do Tribunal de Justiça. Uma liderança destacada da Magistratura paulista que, certamente, imprimirá seu estilo para vencer os obstáculos enfrentados pelo Judiciário bandeirante, principalmente as questões voltadas aos cortes orçamentários, que impedem instalação de Varas, conclusão da informatização e superação da morosidade da Justiça”.

  Na eleição para a presidência do TJ-SP, realizada  nesta quarta-feira (7/12), véspera do Dia da Justiça, Ivan Sartori obteve 164 votos contra 147 de José Roberto Bedran, atual presidente, sendo que aconteceram dois escrutínios, ficando a diferença em apenas um voto a favor de Bedran no primeiro escrutínio.

O presidente da OAB SP também fez elogiosas referências ao desembargador José Roberto Bedran. “Sempre foi um presidente com capacidade de ouvir e dialogar com a Advocacia, dotado de retidão ética, grande capacidade de trabalho e preocupação com a lentidão da Justiça, além de ter abertura a novas ideias que possibilitaram firmar convênios com a Ordem em prol do bom andamento do Judiciário, como o Mutirão voluntário de estudantes de Direito”, afirmou D´Urso.                                                        

 Ivan Sartori nasceu em 1957, em São Paulo. Graduou-se em 1979 pela Universidade Mackenzie e ingressou na magistratura em 1980. Foi juiz de Direito nas comarcas de  Orlândia, Bariri, São Bernardo do Campo, Mogi das Cruzes e São Paulo. Foi promovido ao extinto Tribunal de Alçada Criminal, em 2001 e a desembargador do TJ-SP, em 2005. Atualmente preside a 13ª Câmara de Direito Público do TJ-SP

O  desembargador José Gaspar Gonzaga Franceschini foi eleito vice-presidente e o  desembargador José Renato Nalini, corregedor geral  da Justiça.

Candidato único, o desembargador Antonio José Silveira Paulilo conquistou a presidência da Seção de Direito Privado e o desembargador Antonio Carlos Tristão Ribeiro  presidirá a Seção de Direito Criminal. E a Seção de Direito Público terá como presidente o desembargador Samuel Alves de Melo Junior. A  Escola Paulista da Magistratura, a chapa vencedora foi a do desembargador Armando Sérgio Prado de Toledo, com 150 votos, nove a mais que a comandada pelo desembargador Ademir de Carvalho Benedito – 141.

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Telefone (11) 32918175/77/78/79/81/9995-9796

Assessoria.imprensa@oabsp.org.br