SECCIONAL FIRMA CONVÊNIO COM ASSOCIAÇÃO PAULISTA VIVA


16/04/2012

A OAB SP e a Associação Paulista Viva assinaram um convênio, na sede da Seccional Paulista da Ordem, que prevê a realização de atividades culturais ligadas à área de direitos humanos para estudantes da região da Av. Paulista, em combate à violência e às drogas.

Segundo o coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP, Martim de Almeida Sampaio, uma de suas preocupações constantes à frente da comissão é integrar os espaços públicos da cidade de São Paulo, pois há inúmeras violações de direitos humanos em espaços urbanos como a Av. Paulista – daí a sugestão de promover palestras educativas na região da avenida, sobre temas como drogas. <br /><br />O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, elogiou a iniciativa do convênio, ressaltando que a parceria é feita com uma associação que representa um dos cartões postais da capital paulista. D’Urso destacou a “vocação para causas da cidadania” de Antonio Carlos Franchini Ribeiro, presidente da Associação Paulista Viva. <br /><br />Ribeiro contou sobre a história de criação da entidade, originada a partir de uma comissão criada por Paulo Maluf, quando prefeito da cidade, para estudar a avenida. O presidente da associação disse que “falar da Av. Paulista é falar de São Paulo e do Brasil”, por ser “cenário e protagonista de tudo o que acontece no país”. <br /><br />Ele disse que a iniciativa para o convênio com a OAB SP se originou episódios recentes de violência, que ocorreram em 2011 na avenida. Ribeiro disse que, inicialmente, o projeto promoverá quatro eventos neste ano, e que a intenção é também criar algum material educativo para entregar em escolas. <br /><br />Marcus Vinicius Furtado Coelho, secretário-geral do Conselho Federal da OAB, em nome da entidade, homenageou o convênio, celebrado “em atitude coletiva e cidadã”, “em busca do bem comum”. Coelho disse que “infelizmente, a participação cidadão é muito confundida no Brasil com ocupar cargos públicos”, e ressaltou que as comissões da OAB “oxigenam a entidade”, por torná-la presente nos grandes debates da sociedade. <br /><br />O diretor da Escola Superior da Advocacia, Rubens Approbato Machado, que tem escritório na Av. Paulista e participou da assinatura, disse que, apesar de ter alguns problemas graves hoje, a via continua sendo o cartão de visitas de São Paulo, mas merece cuidado especial para superar as deficiências. <br /><br />Marcos da Costa, vice-presidente da OAB SP, também destacou a importância da iniciativa, que visa preservar os direitos humanos da população que frequenta uma das regiões mais movimentadas da capital paulista . "Tenho escritório na região e posso observar seu  crescimento e carências", ressaltou Costa. <br /><br />Também participaram da assinatura do convênio: Coriolano Aurélio de Almeida Camargo Santos, presidente da Comissão de Crimes de Alta Tecnologia da OAB SP; Marli Lemos, superintendente da Associação Paulista Viva; Pedro Saad, diretor cultural da associação; Douglas Gagliasso, diretor de Assuntos de Direitos Humanos da associação e assessor da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP.<br /><br /><br />