OAB SP SE MOBILIZA CONTRA REDUÇÃO DE ESPAÇO DA SALA DOS ADVOGADOS NO FÓRUM TRABALHISTA


21/05/2012

OAB SP está se manifestou contrária à intenção do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de reduzir o tamanho da Sala dos Advogados, mantida pela Ordem e instalada no 10º andar do fórum Ruy Barbosa, onde funciona a primeira instância da Justiça Trabalhista. Os advogados trabalhistas estão colhendo assinaturas contra a medida.

 

“Não podemos deixar que o TRT reduza o espaço destinado aos advogados, pois é lá que os colegas encontram suporte para trabalhar, com computadores, copiadoras etc. A Sala dos Advogados serve, diariamente, a mais de 2 mil profissionais que militam na área trabalhista e que não podem ficar sem esse espaço”, afirmou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.

 

Para o presidente da Comissão de Direito Trabalhista, Eli Alves da Silva, não existe nenhuma justificativa razoável para que o Tribunal diminua o espaço destinado aos advogados trabalhistas. “Isso só acarretará problemas para os advogados e para a população”, explicou.

 

 

O vice-presidente e presidente da Comissão de Assuntos do Poder Judiciário da OAB SP, Marcos da Costa, lembrou que a Sala do Advogado é um apoio fundamental para que o advogado trabalhista, que fica sobre a pressão das continuadas audiências, tenha onde trabalhar. “Os problemas decorrentes da falta da infraestrutura do Judiciário não podem se tornar um ônus para a Advocacia Trabalhista, temos de buscar outra solução”, disse.

 

Para o vice-presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB SP, Livio Enescu, a atitude da presidência do Tribunal é incompreensível. “A Sala é uma necessidade, até porque lá funciona também o departamento de prerrogativas da Seccional para dar amparo aos colegas que têm seus direitos violados”, ressalta.

 

A OAB SP espera que a decisão do TRT-2 seja revista e que o Tribunal reconheça a importância da sala do advogado como apoio à prestação jurisdicional da advocacia trabalhista.