NOTA DE FALECIMENTO - EDUARDO OLIVEIRA


13/07/2012

A OAB SP comunica o falecimento de Eduardo de Oliveira, presidente do Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) e um dos maiores líderes do movimento negro brasileiro, na última quinta-feira (12/7), no Hospital do Servidor Público de S. Paulo, vítima de arritmia cardíaca, causada por uma insuficiência renal.

O corpo de Oliveira foi velado nesta sexta-feira, na Câmara Municipal de São Paulo, e enterrado no Cemitério da Lapa (Cemitério da Goiabeira – Rua Bérgson, 347).

”Durante toda a sua vida militou e contribuiu para igualdade racial. É uma perda para irreparável", lamenta Eduardo Pereira da Silva, presidente da Comissão da Igualdade Racial a OAB SP

Oliveira era o mais antigo militante do movimento negro na atualidade. Nascido em 1926, o professor, ex-vereador paulistano e poeta foi fundador do CNAB, além conferencista e jornalista. Na poesia, deixou obras como Banzo (1965), Gestas Líricas da Negritude (1967), Evangelho Solidão (1970) e Hino à Negritude (2009). Deixou seis filhos, e também netos e bisnetos.