PRESIDENTE EM EXERCÍCIO LANÇA PROJETO E ENTREGA CARTEIRAS EM LINS


17/07/2012

O presidente em exercício Marcos da Costa participou na última sexta-feira (13/7), às 9h30 - juntamente com o presidente da Subsecção de Lins, Rogério Amaral de Andrade - da cerimônia de entrega de Carteiras aos novos Advogados da Subsecção de Lins, onde também lançou o Projeto de Mãos Dadas pela Justiça.

 

Marcos da Costa lembrou que há 27 anos recebeu sua Carteira da OAB das mãos do então presidente José Eduardo Loureiro, e citou a alegria sentida por ele e seus familiares. “Parabéns a todos. Vocês são vencedores. Cursaram uma faculdade de direito e foram aprovados no Exame de Ordem, que é uma proteção à cidadania porque garante que o advogado que for procurado pelo cidadão terá capacidade técnica para defender seus direitos”, disse.

 

O presidente em exercício comentou, ainda, que o exercício da advocacia se fundamenta em três pilares: ética, prerrogativas profissionais e muito estudo, com atualização da doutrina, jurisprudência e legislação.” A partir de hoje, a Ordem, que este ano completa 80 anos, passa a ser a Casa de vocês, participem das comissões, solenidades, eventos e da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo”, disse. Marcos da Costa também fez referência ao crescimento do número de mulheres entre os inscritos da OAB SP e citou a irmã do presidente da OAB- Lins, Laís do Amaral Rezende de Andrade, ex-conselheira e ex-presidente da Comissão da Mulher Advogada.

 

A jovem advogada Amanda Galvão Cardoso dos Santos, filha do ex-presidente da Subsecção de Lins, Paulo Aparecido Cardoso, leu o Termo de Compromisso e foi seguida pelos demais compromissários.

 

O presidente da Subsecção de Lins, Rogério Amaral de Andrade, afirmou que a cerimônia de entrega de Carteira tem o intuito maior de fazer a integração de novos advogados com os demais inscritos e Diretoria, além de levá-los a conhecer seus direitos e serviços disponibilizados pela Ordem. Amaral também considerou importante o projeto de Mãos Dadas pela Justiça, por ser uma oportunidade da OAB SP colaborar com o Tribunal de Justiça no sentido de agilizar os processos que, às vezes, dependem apenas de uma juntada de petição.

 

O juiz de Direito Antônio Fernando Bitencourt Leão, presente à cerimônia, comentou: “depois de ouvir as explicações do presidente da OAB SP, Marcos da Costa, sobre o projeto, fiquei entusiasmado. Temos um cartório em Lins, setor de execução fiscal, com problemas terríveis decorrentes de falta de funcionários. Pretendo reativar esse setor e dar resposta judicial à prestação jurisdicional rápida e eficaz”.

 

A sessão reuniu presidentes e diretores das Subsecções da região, além do presidente da Comissão dos Acadêmicos de Direito, Alecksander Zakimi e o vice-presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, Luis Roberto Mastromauro.