INAUGURADA NOVA SALA DO ADVOGADO NO FÓRUM DE MATÃO


11/03/2013

Em Matão, o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, participou da inauguração da nova Sala do Advogado no Fórum da cidade, que recebeu o nome do advogado Oswaldo Vanin, em homenagem póstuma. Oswaldo Vanin é um ícone da advocacia local, tendo atuado por longo tempo em assistência judiciária gratuita, além de ter sido assessor jurídico da Câmara Municipal de Matão. O espaço passou por ampla reforma e passou a abrigar também o Espaço Cultural, destinado à exposição de obras de artistas plásticos da cidade e também de advogados e advogadas artistas.

O advogado Marcelo José Vanin, filho de Oswaldo Vanin, destacou o fato de a cerimônia de homenagem ao pai dele ocorrer no Tribunal do Júri, “onde muitas vezes ele se realizou como advogado”, revelou. Marcelo estava acompanhado de sua mãe, a viúva de Vanin, Maria de Lurdes Vanin. Ambas ouviram, de Marcos da Costa, palavras de reconhecimento à colaboração de Oswaldo Vanin à advocacia paulista, uma vez que “ele contribuiu para o mundo, fazendo o bem para as pessoas, e assim fazendo-o melhor; sua obra não se encerra, pois ele fica como exemplo, como farol a iluminar e guiar o caminho de todos nós”, homenageou Costa.

O presidente da Subseção de Matão, Paulo Augusto Bernardi, comemorou a inauguração da nova sala e ainda a iminência do início da obra de construção do novo Fórum da cidade, o que levará a outra questão, já que a nova área ficará cerca de 4 quilômetros distante da atual Casa do Advogado.

Marcos da Costa ressaltou a necessidade de iniciar o planejamento de uma nova Casa do Advogado na cidade, pontuando que “o ideal é que esta esteja próxima ao Fórum; temos a experiência no estado todo de Casas com estrutura excepcional, mas que não são tão freqüentadas por que estão distantes dos Fóruns”.

Formaram a mesa diretora para a cerimônia de inauguração da Sala do Advogado Oswaldo Vanin, o presidente da OAB SP, Marcos da Costa; o presidente da Subseção de Matão, Paulo Augusto Bernardi; o prefeito de Matão, José Francisco Dumont; o presidente da Câmara Municipal de Matão, Agnaldo Navarro de Souza; os juízes Marcos Martin e Ana Teresa Ramos Nishiura Otuski; Maria de Lurdes Vanin e Marcelo José Vanin, viúva e filho do homenageado, respectivamente; e o conselheiro Jamil Gonçalves Nascimento.

Ibitinga e Monte Alto

O presidente da OAB SP, Marcos da Costa, visitou as Casas do Advogado de Ibitinga e Monte Alto, também na sexta-feira (8/3).

Em Ibitinga, ele foi recebido pela nova diretoria da 124ª Subseção (triênio 2013/2015), formada por Marco Aurélio Sibione (presidente), Reginaldo José Cirino (vice-presidente), Célia Aparecida Correa Silva Cobra (secretária-geral), Ana Paula Geretto Caldas Mazo (secretária adjunta) e Luzia Aparecida José (tesoureira).

Durante o encontro, Costa pode verificar o resultado do investimento da Ordem na reforma da Sala do Advogado no Fórum de Ibitinga, o que proporciona maior funcionalidade e conforto para os trabalhos ali desenvolvidos. Na passagem pelo Fórum, o presidente da OAB SP cumprimentou o juiz Mário Iamada Filho, substituto que está acumulando o trabalho de duas varas.

“Vamos apoiar a Subseção de Ibitinga em um projeto importante. Estamos buscando um local para construir uma nova Casa do Advogado nesta Subseção, uma vez que a atual não comporta mais as atividades da advocacia de Ibitinga. O cuidado que estamos tendo é com relação à localização: atualmente estamos a menos de cem metros dos Fórum da cidade e perder esta praticidade não seria interessante”, destacou Marcos da Costa.

O presidente da Subseção, Marco Aurélio Sibione, explicou que a reforma não é possível por que a área atual não é suficiente, o que “inviabiliza até a adaptação do prédio atual para atender aos requisitos de acessibilidade, algo bastante necessário já que a Casa do Advogado não atende apenas à advocacia, mas também o cidadão de Ibitinga e região”.

Ainda na região, o presidente da OAB SP visitou a Casa do Advogado de Monte alto, onde foi recebido pela presidente da 158ª Subseção, Anna Lucia Haddad Paulo, e demais integrantes da diretoria. Também estiveram presentes a prefeita de Monte Alto, Silvia Aparecida Meira, e o juiz diretor do Fórum local, Júlio Cesar Franceschet.

Marcos da Costa ouviu as necessidades da advocacia de Monte Alto, especialmente quanto às instalações da Casa do Advogado, e comprometeu-se a iniciar estudos para sua melhoria ou construção de uma sede própria, uma vez que a atual é locada. A presidente da Subseção ainda manifestou preocupação quanto a implantação do processo eletrônico na região, “que está prevista para o mês de outubro e verificamos que é necessário treinar os colegas da região, que precisam estar preparados para esta mudança”, lembrou Anna Lucia. Marcos da Costa se comprometeu a proporcionar cursos e palestras sobre o tema na região, nos próximos meses.

A presidente da Subseção de Monte Alto ainda pediu que o presidente da OAB SP encontre formas de, por meio do diálogo com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, tornar prioritária a construção de um novo Fórum na cidade, já que o atual não comporta mais a demanda e está sucateado. Marcos da Costa, presidente da OAB SP, também passou pelo Fórum de Monte Alto e verificou a necessidade de construção de uma nova unidade, mas pontuou que o raio de ação da Ordem para este tema é mais institucional, destacando que há anos a OAB SP cobra que o governo do Estado repasse todos os recursos das custas judiciais ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. “Hoje os recursos para construção de novos fóruns vem de rubrica da Secretaria Estadual de Justiça e Defesa da Cidadania, que para isso conta com R$ 30 milhões neste ano, o que sabemos é insuficiente”, lembrou Costa.