NOVO PRESIDENTE DA OAB-BAURU DEFENDE VALORIZAÇÃO DA ADVOCACIA


10/05/2013

Apontando como meta imperiosa de sua gestão a valorização da advocacia, tomou posse no dia 25/04, na Casa do Advogado e da Cidadania de Bauru, o advogado Alessandro Biem Cunha Carvalho, para o triênio 2013/2015). Também foram empossados: Alcimar Luciane Maziero Mondillo, vice-presidente; Adilson Elias de Oliveira Satorello, secretário-geral; Maria Regina Negrisoli Fernandez Polenttini, secretária adjunta; e Fábio Augusto Simonetti. Carvalho, em seu discurso, destacou a necessidade de união da classe para vencer os desafios que são postos à frente da advocacia, união essa que, em Bauru, é espelhada pelo trabalho das 56 comissões da Subseção. Outros pontos importantes em sua gestão serão o aperfeiçoamento jurídico e o fortalecimento da família forense, por acreditar ser importante o diálogo entre instituições (Magistratura, MP e Advocacia).

No início do discurso, o presidente Alessandro Biem Carvalho disse ser uma honra  contar com a presença do presidente Marcos da Costa em sua posse, principalmente porque o presidente sempre demonstrou carinho pelo Interior ao longo de suas gestões como tesoureiro e vice-presidente, além de estar sempre presente nas cidades do Estado.

Fez vários agradecimentos a autoridades presentes à cerimônia de posse, especialmente ao juiz Gilmar Garlis, a quem agradeceu por  prontamente ter orientado os funcionários do fórum para que o advogado identificado pela carteira da Ordem pudesse entrar sem problemas no prédio, a partir da instalação dos detectores de metais. Além disso, abriu o subsolo para a entrada de juízes, promotores e advogados, promovendo  tratamento isonômico entre os operadores do direito. “O senhor é um grande amigo da advocacia”, disse ao magistrado.

Carvalho destacou também a presença dos conselheiros seccionais da OAB SP - Ailton José Gimenez e Edson Roberto Reis. Disse que Ailton foi seu professor na faculdade e na vida profissional e que Reis o convidou a ocupar a primeira comissão dentro da OAB-Bauru, de Esportes e Lazer.

 O novo presidente de Bauru, em nome dos coordenadores e da legião de colaboradores da subsecção, fez um agradecimento especial a Caio Augusto Silva dos Santos: “Advogado do interior que hoje está ocupando o cargo de secretário-geral da OAB SP pela sua competência e dedicação à advocacia e pelo seu espírito de liderança”. Nos seis anos que ocupou a diretoria na gestão de Caio, disse que aprendeu e continua aprendendo com ele, que foi o grande motivador de sua candidatura e responsável pelo expressivo número de votos que recebeu. Para homenagear o secretário-geral, famoso por suas parábolas, contou uma história que reflete o trabalho realizado.

 Também disse estar preocupado com a nova era do peticionamento eletrônico, tendo criado um comitê de plantão  que funciona todas as segundas-feiras e realizar palestras para orientar os advogados. E, por último, agradeceu  à sua família: mulher, filhos, mãe, avó , irmãos, sogros e tios. Fez várias referências carinhosas ao pai, já falecido, o advogado criminalista Manoel Cunha Carvalho Filho, conhecido como Mané Bigode na região, afirmando  que espera ser como o pai na dedicação à família e na competência jurídica.

 

Importância da advocacia

O discurso do presidente cessante Caio Augusto Silva dos Santos, atual secretário-geral da OAB SP,  foi pontuado por vários agradecimentos. Ele  cumprimentou os presidentes Marcos da Costa e Alessandro Biem Cunha Carvalho, citando o primeiro como maior liderança da advocacia do Estado e o segundo como “grande guerreiro que se sagrou vitorioso nas últimas eleições”.

Caio Augusto Santos também citou e pediu uma salva de palmas aos conselheiros Ailton José Gimenez e Edson Roberto Reis, os quais classificou como duas figuras ilustres, que presidiram a subsecção de Bauru, comparando-os a dois plantadores de árvores, que para trabalharam para que pudéssemos hoje colher bons frutos na advocacia.

 O secretário geral da OAB SP cumprimentou nominalmente todas as autoridades da mesa e citou que a “advocacia é fundamental e necessária para a sustentação do Estado Democrático de Direito”. Ressaltou o trabalho dos coordenadores da subsecção de Bauru, a demonstrar a liderança do presidente Alessandro que, em menos de quase 4 meses de trabalho, já fez tanto em uma subsecção do porte de Bauru com 4 mil advogados inscritos. Saudou todos na pessoa do advogado Eduardo Janone, presidente da Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

 Também agradeceu todos os diretores da subsecção, que durante suas duas gestões “o ajudaram, o auxiliaram e sustentaram o trabalho realizado”. Na primeira gestão destacou a vice-presidente Ieda Fernandes Costa da Silva e Josimar Fernandes Redondo e da segunda, José Laerte  , José Antonio de Sena Jesus e Alcimar Luciane Maziero Mondillo, atual vice-presidente que ocupou a presidência da Comissão de Direitos e Prerrogativas . Também agradeceu aos demais diretores e familiares por terem sido o esteio no cumprimento da presidência e ressaltou, ainda, que se busca na política de classe que as mulheres advogadas ocupem espaços de forma mais igualitária.


Encerrou dizendo aos presidentes Marcos da Costa e Alessandro Carvalho que seja qual for a missão que traçarem, se coloca como “um soldado à disposição das duas maiores lideranças da advocacia do Estado”

 

Valor e dedicação

 

O presidente da OAB SP, Marcos da Costa, pediu vênia para expressar seu sentimento de alegria por voltar a Bauru, uma cidade que considera especial porque foi uma das primeiras que visitou quando se iniciou na política de classe, na gestão Rubens Approbato Machado. 

Costa disse que Bauru foi fonte de muitas inspirações e que a escolha que fez dos membros que comporiam a diretoria e conselho da Seccional foi feita em cima de valores. “Caio Augusto Silva dos Santos retrata os valores  que me são tão caros, como  dedicação à Ordem, seriedade, ética, combatividade, amizade e companheirismo. Caio é um jovem advogado e representa a advocacia pujante do interior”, afirmou, destacando que tem orgulho de pertencer a um time que reúne pessoas como os atuais conselheiros e diretores. “Fazem da soma de seus valores que nos levam a grandes vitórias”, disse.

 O presidente da OAB SP também afirmou ser uma honra estar na posse da diretoria de Bauru e “transmitir a certeza de que não faltarão batalhas para vencer, mas vencemos todas porque estaremos unidos”. Para ele, o processo eletrônico será uma delas e lembrou as palavras do presidente do TST de que o processo judicial eletrônico não é uma olimpíada, ou seja, deveria ser feito com mais cuidado. Citou  uma série de outros desafios que a advocacia enfrenta, mas afirmou estar seguro de que todos serão vencidos mercê da qualidade e da união da advocacia paulista.

 

Força da Caixa e Acessibilidade

Sergei Cobra Arbex, secretário geral da CAASP, que representou o presidente da entidade, comentou que a Caasp tem 76 anos e destacou o papel social da entidade.

Durante a posse da subsecção de Bauru foi inaugurada a rampa de acessibilidade ao palco pelo advogado Eduardo Janone, presidente da Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

“ Esse era nosso desejo, o desejo da comunidade, expressado desde a época do presidente Caio Augusto.  É um grande avanço e um começo, haja vista que a intenção é tornar toda a nossa subseção efetivamente e integralmente acessível”, disse Janone.

Segundo ele , a rampa serve  aos cadeirantes, mas também para as  pessoas idosas com dificuldades de locomoção,  que estima totalizam 10% dos advogados , sendo que a “rampa representa um ganho na qualidade  de vida e de possibilidade de exercer a profissão com muito mais dignidade”, ressaltou.

 

Para Marcos da Costa a inauguração da rampa tornou a  noite especial: “ Fiquei  emocionei quando vi o nosso amigo (Janone) ingressar nesse palco com essa rampa e lembrei-me de sua luta, quando me entregou um documento exigindo que esse auditório tivesse acessibilidade e hoje graças ao esforço da Seccional, Caixa e subsecção. Um acesso que faz com que todos possam estar neste palco”.

 

Compuseram a mesa dos trabalhos; o juiz diretor  do fórum Bauru, Gilmar Ferraz Garmes; o desembargador do TRT-15 ,Carlos Alberto Bosco; o vereador Raul Gonçalves de Paul, vice-presidente da Câmara Municipal; o procurador da república em Bauru, Fabricio Carrer; os conselheiros Ailton José Gimenez, Edson Roberto Reis, Luiz Roberto Mastromauro, Mairton Lourenço Candido; Vinicius Alberto Bovo; o tesoureiro da Caixa, Celio Luiz Bittencourt,  a diretora da Caixa, Gilesi Fleury Charmillot Lemos e  Marcos Mourão, delegado seccional de Bauru, entre outras autoridades.