PRESIDENTE DA OAB SP LAMENTA MORTE DE ROBERTO CIVITA


27/05/2013

O presidente da OAB SP, Marcos da Costa, lamentou a morte de Roberto Civita (76), empresário e ex-presidente do Conselho de Administração do Grupo Abril, neste domingo (26/05), e destacou sua contribuição como empresário do ramo editorial: “Roberto Civita é de uma geração importante de jornalistas e empreendedores, que deixou para o país um legado importante de publicações, que mudou a imprensa brasileira e contribuiu para o debate na sociedade brasileira”, disse.

Roberto Civita estava internado no Hospital Sírio Libanês desde o mês de março, após cirurgia, quando passou o comando do grupo para o filho, Giancarlo Civita, na figura de quem, ao lado da viúva Maria Antônia Civita, a OAB SP expressa solidariedade a toda a família.

Filho de Victor Civita, fundador do Grupo Abril, Roberto Civita foi o criador da revista Veja, em setembro de 1968, seguindo como editor chefe da publicação semanal até afastar-se das atividades profissionais em março deste ano, quando foi internado no Hospital Sírio Libanês.

Empresário de reconhecido sucesso, passou a conduzir os destinos dos negócios da família em 1990, quando assumiu a presidência do Grupo Abril, após a morte do pai. Ao longo de mais de duas décadas à frente do grupo, iniciou um processo de diversificação de negócios, levando a companhia que teve como primeiro negócio a publicação dos quadrinhos do Pato Donald a tornar-se um dos maiores conglomerados de comunicação do país, com expressão na holding Abrilpar.

Roberto Civita teve invejável formação acadêmica, com estudos em três áreas distintas do conhecimento, em reconhecidas instituições dos Estados Unidos, como a Universidade da Pensilvânia e a Universidade de Columbia. No Brasil, integrou o Conselho Deliberativo da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).