OAB SP PARTICIPA DA FESTA DE 60 ANOS DO DIREITO DO MACKENZIE


14/08/2013

A OAB SP participou da abertura da semana de comemorações dos 60 anos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, nesta segunda-feira (12/8), no auditório Ruy Barbosa, da Universidade, com a presença da vice-presidente da entidade, Ivette Senise Ferreira, representando o presidente da entidade, Marcos da Costa.

 

 

Ivette Senise destacou a importância da Faculdade de Direito do Mackenzie, que é uma das melhores colocadas no ranking do Exame de Ordem e a proliferação no número de escolas de Direito:“A Faculdade de Direito do Mackenzie figura entre as que mais aprovam no Exame de Ordem, mas a situação hoje é de descalabro devido à criação indiscriminada de Faculdades de Direito, que resultou na existência de cerca de 1200 escolas formando 60 mil bacharéis por ano que o mercado não consegue absorver afirmou. “Daí a importância dos bons Cursos de Direito para a valorização da advocacia como serviço essencial à Administração da Justiça.”

 

 

O vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Marcel Mendes, abriu o evento, que será comemorado durante toda a semana com 60 atividades, como palestras, doação de sangue, distribuição de cartilha sobre cidadania e feira do livro, entre outros.

 

Mendes fez uma retrospectiva da criação e da história do Curso de Direito no Mackenzie. Citou alguns nomes que dirigiram a faculdade e de antigos professores como Esther de Figueiredo Ferraz, a primeira Reitora de uma universidade, Eros Grau, Miguel Reale, Alfredo Buzaid, Claudio Lembo e Ives Gandra Martins e antecipou o projeto para o novo edifício da Faculdade de Direito.

 

O diretor da Faculdade de Direito do Mackenzie, José Francisco Siqueira Neto, ressaltou a importância do advogado para a sociedade, e pediu um pacto de envolvimento da faculdade.

“Nós somos vocacionados para diminuir a angústia das pessoas e, apesar de dizerem que nós criamos problemas, somos nós que resolvemos os problemas criados por outros”, brincou. “Mas precisamos firmar um pacto de envolvimento para melhorar o país e manter a tradição de companheirismo, de camaradagem, já que somos a faculdade com o maior número de alunos”, afirmou.

 

Estavam presentes à Mesa do evento além do vice-reitor, da vice-presidente da OAB SP e do diretor da Faculdade de Direito, o reverendo Davi Charles Gomes, o chefe da chancelaria Fernando de Almeida a decana acadêmica do Mackenzie, Esmealda Rizzo; o decano de pesquisa e pós-graduação Moisés Ari Zilber; o decano de extensão Cleverson Pereira de Almeida; a vice-diretora da Faculdade e Direito e coordenadora de pesquisa, Patrícia Tuma Bertolin; o coordenador do programa de pós-graduação stricto sensu em Direito Político-Econômico, Gianpaolo Poggio Smanio; a coordenadora de atividades complementares e coordenadora da Comissão dos 60 anos da Faculdade de Direito, Ana Cláudia Silva Scalquette; o assessor de legislação e normas da Faculdade de Direito, Marco Aurélio Pinto Florêncio Filho; a coordenadora de Trabalho de Graduação Interdisciplinar, Susana Mesquita Barbosa; Ana Cláudia Pompeu Torezan Andreucci, membro da comissão do jubileu de 60 anos da Faculdade de Direito; e Lia Felberg, coordenadora do Juizado especial civil.

 

 

Ivette Senise destacou a importância da Faculdade de Direito do Mackenzie, que é uma das melhores colocadas no ranking do Exame de Ordem e a proliferação no número de escolas de Direito:“A Faculdade de Direito do Mackenzie figura entre as que mais aprovam no Exame de Ordem, mas a situação hoje é de descalabro devido à criação indiscriminada de Faculdades de Direito, que resultou na existência de cerca de 1200 escolas formando 60 mil bacharéis por ano que o mercado não consegue absorver afirmou. “Daí a importância dos bons Cursos de Direito para a valorização da advocacia como serviço essencial à Administração da Justiça.”

 

 

O vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Marcel Mendes, abriu o evento, que será comemorado durante toda a semana com 60 atividades, como palestras, doação de sangue, distribuição de cartilha sobre cidadania e feira do livro, entre outros.

 

Mendes fez uma retrospectiva da criação e da história do Curso de Direito no Mackenzie. Citou alguns nomes que dirigiram a faculdade e de antigos professores como Esther de Figueiredo Ferraz, a primeira Reitora de uma universidade, Eros Grau, Miguel Reale, Alfredo Buzaid, Claudio Lembo e Ives Gandra Martins e antecipou o projeto para o novo edifício da Faculdade de Direito.

 

O diretor da Faculdade de Direito do Mackenzie, José Francisco Siqueira Neto, ressaltou a importância do advogado para a sociedade, e pediu um pacto de envolvimento da faculdade.

“Nós somos vocacionados para diminuir a angústia das pessoas e, apesar de dizerem que nós criamos problemas, somos nós que resolvemos os problemas criados por outros”, brincou. “Mas precisamos firmar um pacto de envolvimento para melhorar o país e manter a tradição de companheirismo, de camaradagem, já que somos a faculdade com o maior número de alunos”, afirmou.

 

Estavam presentes à Mesa do evento além do vice-reitor, da vice-presidente da OAB SP e do diretor da Faculdade de Direito, o reverendo Davi Charles Gomes, o chefe da chancelaria Fernando de Almeida a decana acadêmica do Mackenzie, Esmealda Rizzo; o decano de pesquisa e pós-graduação Moisés Ari Zilber; o decano de extensão Cleverson Pereira de Almeida; a vice-diretora da Faculdade e Direito e coordenadora de pesquisa, Patrícia Tuma Bertolin; o coordenador do programa de pós-graduação stricto sensu em Direito Político-Econômico, Gianpaolo Poggio Smanio; a coordenadora de atividades complementares e coordenadora da Comissão dos 60 anos da Faculdade de Direito, Ana Cláudia Silva Scalquette; o assessor de legislação e normas da Faculdade de Direito, Marco Aurélio Pinto Florêncio Filho; a coordenadora de Trabalho de Graduação Interdisciplinar, Susana Mesquita Barbosa; Ana Cláudia Pompeu Torezan Andreucci, membro da comissão do jubileu de 60 anos da Faculdade de Direito; e Lia Felberg, coordenadora do Juizado especial civil.