CONSELHO SECCIONAL DA OAB SP RECEBE MINISTRO PAULO MOURA RIBEIRO


22/08/2013

O ministro Paulo Dias de Moura Ribeiro, recém-nomeado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi recebido pelo Conselho Seccional da OAB SP, na última segunda-feira (19/08). O presidente Marcos da Costa ressaltou a importância da designação do novo ministro: “um paulista compondo a Corte da cidadania e que, certamente, contribuirá com relevantes decisões”.

 

 Na reunião do Conselho Seccional, o ministro Paulo Dias Moura Ribeiro, que agradeceu o apoio recebido por São Paulo à sua nomeação ao STJ, na pessoa do secretário-geral adjunto, Antonio Ruiz Filho, foi saudado pelo ex-presidente, conselheiro federal e diretor de Relações Institucionais da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, que destacou: “Durante o tempo que vossa excelência atuou como desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo sempre foi um interlocutor atento aos pleitos da OAB SP e soube respeitar a advocacia e as prerrogativas profissionais da classe. Sempre foi um magistrado querido e respeitado pela advocacia e sempre teve o respeito e  a admiração da família forense, que representa todos os que cursaram uma faculdade de Direito para servir aos ideais da justiça e da liberdade, fazendo a diferença na vida das pessoas, seguindo as carreiras de magistrado, promotor, delegado ou advogado, cada um cumprindo seu papel”. Para finalizar, D´Urso augurou que em cada processo, a sensibilidade do ministro - cunhada ao longo de sua carreira e suas qualidades pessoais - resultem em decisões justas e lúcidas.

 

Para o novo ministro do STJ, a advocacia e a magistratura vêm tentando dar celeridade ao Judiciário: “Espelham o que as ruas estão dizendo hoje. Se querem mudanças, a advocacia, a OAB SP e o TJ-SP também querem essas mudanças pela justiça e pela dignidade humana, maior principio a ser defendido”. Para encerrar citou o poeta português Fernando Pessoa: “Não importa se a estação do ano muda... Se o século vira, se o milênio é outro. Se a idade aumenta... Conserva a vontade de viver. Não se chega à parte alguma sem ela”, ressaltando que na sua travessia de vida abre-se um novo caminho e que (ele) espera dignificar a Magistratura e continuar a atender os advogados.

Ribeiro assumiu a cadeira do STJ deixada pela aposentadoria do ministro Massami Uyeda.  É graduado em Direito pela Faculdade Católica de Direito de Santos, detém os títulos de mestre e doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.  É diretor do curso de direito e professor titular da Universidade Guarulhos e de Direito Civil da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, membro do corpo editorial da Revista Brasileira de Direito Civil Constitucional e Relações de Consumo e participa de atividades na Escola Superior de Advocacia da OAB SP, núcleo Santo Amaro.

Estavam presentes à mesa dos trabalhos : Ivette Senise Ferreira, vice-presidente; Caio Augusto Silva dos Santos, secretário- geral; Antonio Ruiz filho, secretário-geral adjunto; o diretor- tesoureiro, Carlos Roberto Fornes Mateucci; a diretora adjunta Tallulah Kobayashi de Andrade Carvalho e o presidente do IASP, José Horácio Ribeiro.