Marcos da Costa participa de homenagem ao Senador Antônio Carlos Rodrigues


06/11/2013

Marcos da Costa, Presidente da OAB SP, compareceu à sessão solene da Câmara Municipal de São Paulo, realizada em homenagem ao Senador Antônio Carlos Rodrigues, na noite de quinta-feira (31/10). O homenageado foi Vereador em São Paulo por 3 legislaturas, tendo presidido a casa, e deixou o cargo antes de iniciar o quarto mandato. A homenagem, por conta do primeiro ano como Senador (como suplente da Senadora Marta Suplicy ele assumiu a cadeira em outubro de 2012), foi proposta pelo Vereador Adilson Amadeu.

“Testemunho seu empenho de servir como elo efetivo entre a sociedade e o Senado. V.Exa. tem sido um interlocutor muito atento às questões envolvendo a cidadania de São Paulo e tem participado de eventos da nossa instituição [OAB SP], sempre procurando entender as grandes demandas da advocacia e da cidadania”, celebrou Marcos da Costa.

Durante a homenagem, um vídeo transcorreu a trajetória de um paulistano que iniciou a vida pública em cargos técnicos, como Secretário Adjunto da Secretaria de Esportes e Turismo do Estado de São Paulo, Diretor Presidente da EMTU e Secretário de Serviços Públicos da Prefeitura de Guarulhos.

“É muito emocionante estar aqui revendo os velhos amigos”, agradeceu Antônio Carlos Rodrigues, completando que “a casa continua bem, é uma sequência da minha administração”.

Outro representante da família jurídica nesta homenagem foi o Desembargador Luiz Edmundo Marrey Uint, representando o presidente do TJ SP, Ivan Sartori. “Parabéns, em nome do TJ SP, pela justa homenagem que lhe é rendida por esta casa, pelo trabalho desenvolvido durante este ano no Senado, que será mais profícuo após esta homenagem, por que ela irriga, incentiva e faz florescer as idéias”, afirmou Uint.

Por parte da Câmara Municipal de São Paulo, o Vereador Adilson Amadeu – proponente da homenagem – disse que “para nós vereadores ele foi simplesmente um professor; ele atendeu a todos e, pela sua experiência de vida, passava o melhor”. O presidente da casa, Vereador José Américo, completou o raciocínio: “ele tem uma vocação política 100%. Quando aqui esteve se dedicava integralmente à atividade legislativa, nas comissões, nos debates em plenário, era aquela pessoa que sempre encontrava uma solução para formar consenso”.