OAB SP e MMDC promovem concurso de monografia


30/01/2014

A OAB SP e a Sociedade de Veteranos de 32 – MMDC estão com inscrições abertas até o dia 30 de abril de 2014 para o concurso de monografia “80 Anos da Constituição de 1934”.

 Podem participar do concurso advogados e estagiários regularmente inscritos na OAB SP e estudantes de Direito. Os trabalhos devem ser inéditos , entre  10 laudas (mínimo) e 30 laudas (máximo).

 Os primeiros três colocados receberão, respectivamente, R$ 1 mil reais e a Medalha Constitucionalista MMDC; R$ 600,00 e livros; e R$ 400,00 e livros.

 Os trabalhos devem ser entregues pessoalmente ou pelo correio na sede da Ordem (Praça da Sé, 385, 10º andar, CEP 01001902), no Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP, mediante a doação de uma lata de leite em pó, que será distribuída para entidades filantrópicas.

 Os critérios de avaliação  dos trabalhos serão conhecimento histórico e clareza na linguagem, qualidade artística e literária, além do domínio da língua portuguesa.

 As monografias devem conter, na primeira lauda, nome completo do participante, o tema e o título da obra.

 Veja a íntegra do Edital

http://www2.oabsp.org.br/asp/cultura.asp?pg=2.3.1&pgv=a&portlet=1&id_cultural=14350

Medalha do MMDC

 

 O Conselheiro Seccional e Diretor do Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP, Umberto D’Urso, foi agraciado com a Medalha do MMDC (Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo), estudantes paulistas mortos durante manifestação contra o governo de Getúlio Vargas, no dia 23 de maio de 1930.

 A entrega deu-se na sede da Ordem (Praça da Sé, 385), no último sábado (25/1), nas comemorações de 460 anos da fundação da cidade de São Paulo.

 A Medalha MMDC foi oficializada pelo decreto nº 40087, de 14 de maio de 1962, pelo governo do Estado de São Paulo e foi criada para homenagear pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras que tenha prestado relevantes serviços a São Paulo, ao culto da Revolução Constitucionalista de 1932 e cumpriram a jornada cívica e continuam com os mesmos ideais de democracia, liberdade, amor e legalidade daqueles que lutaram na Revolução Constitucionalista de 1932.