TJ-SP homenageia Esther de Figueiredo Ferraz


16/04/2014

O Tribunal de Justiça de São Paulo fará homenagem à advogada Esther de Figueiredo Ferraz, primeira Conselheira da OAB SP, no dia 28 de abril, às 17 horas, na sala do Tribunal do Júri (Praça da Sé, s/n), dentro do programa “Agenda 150 Anos de Memória Histórica do Tribunal Bandeirante”. O presidente da OAB SP Marcos da Costa estará presente à cerimônia; assim como a Conselheira Gilda Figueiredo Ferraz, que é sobrinha da homenageada.

 

Nascida em São Paulo, no dia 6 de fevereiro de 1915, Esther de Figueiredo Ferraz foi a primeira mulher a integrar o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP, ainda na década de 1960.Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e licenciada em Filosofia pela Faculdade de Filosofia de São Bento, Esther

foi a primeira mulher da América Latina a comandar uma reitoria na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1965. Também foi a primeira mulher a ocupar um Ministério no país, assumindo a pasta da Educação e Cultura, em 1982.

 

Em, 2008, a OAB SP prestou  tributo a Esther de Figueiredo Ferraz, outorgando-lhe o prêmio Maria Immaculada Xavier Silveira, láurea que leva o nome da primeira mulher inscrita na Seccional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil. Ambas pioneiras e apaixonadas pelo Direito.

          

 Membro da Academia Paulista de Letras na cadeira 36, cujo patrono é Euclides da Cunha, Esther integrou o conselho de diversas entidades, como a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).Entre os vários títulos com os quais foi homenageada, Esther recebeu o Colar do Mérito Judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo, em 1993, e o Troféu Guerreiro da Educação, concedido em 1999 pelo Estado e pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).