Secionais de todo o País repudiam atitude de Joaquim Barbosa


12/06/2014

Os Presidentes de Secionais da OAB de todo o País divulgaram Nota conjunta em apoio à manifestação do Presidente do Conselho Federal, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, e, em de repúdio à atitude do Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa, em cortar o microfone e chamar os seguranças para retirar do plenário o advogado Luiz Fernando Pacheco, na sessão da última quarta-feira (11/06).

Nota de Repúdio dos Presidentes das Secionais da Ordem dos Advogados do Brasil

Nós, presidentes dos Conselhos Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil, secundando em todos os termos a manifestação do Conselho Federal, quando, de forma veemente, repudiou a atitude do Presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, expulsando do recinto do Supremo um advogado que se encontrava na tribuna da Corte, apresentamos nossa inteira solidariedade ao colega atingido.

A atitude do Presidente do STF não atinge somente a advocacia. Ela fere os direitos da liberdade, na medida em que representa cerceamento inaceitável ao direito da defesa.

Nós, que não nos calamos durante a ditadura, não podemos aceitar que manifestações de prepotência tentem calar a voz do advogado quando, legitimamente, atua em defesa de seu constituinte e apoiaremos todas as medidas que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados vier a adotar neste específico caso de agressão a advocacia.