Presidente da OAB SP lamenta morte de Amauri Mascaro Nascimento


24/06/2014

O Presidente da OAB SP, Marcos da Costa, lamentou profundamente a morte do advogado e professor Amauri Mascaro Nascimento nesta terça-feira (24/06), em São Paulo: “A Advocacia está enlutada. A contribuição do professor Amauri Mascaro Nascimento para o Direito Trabalhista brasileiro é das mais significativas, tanto no aspecto técnico pela sua vasta produção intelectual; quanto na esfera prática por ter atuado na linha de frente dessa Justiça Especializada. Também é fundamental ressaltar que sempre emprestou seu prestígio e brilho à defesa das prerrogativas profissionais da classe”.

Amauri Mascaro Nascimento será velado nesta terça-feira, a partir das 18 horas, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP (Largo São Francisco s/n) até às 11 horas de quarta-feira (25/06). Ainda não há detalhes sobre local e hora do enterro. Marcos da Costa enviou condolências aos filhos Sonia e Marcelo Mascaro Nascimento e demais familiares.

Em 2012 , durante o II Congresso de Direito do Trabalho, a OAB SP fez uma homenagem a Amauri Mascaro Nascimento, que recebeu uma  Láurea de reconhecimento  pela sua obra, sendo autor de dezenas de livros e artigos científicos.

Amauri Mascaro Nascimento foi Conselheiro Secional da OAB SP por duas gestões (1991-1993) e (19995-1997) e presidiu a Comissão de Estudos sobre a Reforma Trabalhista e Sindical e integrou as Comissões de Direitos e Prerrogativas, de Assuntos Institucionais e de Defesa dos Advogados.  De acordo com o Currículo Lattes/USP, Mascaro é graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1957), fez especialização em Collective Bargaining pela Universith Of Wisconsin Madison (1984), especialização em Teoria do Estado pela Universidade de São Paulo (1961), doutorado em Direito pela Universidade de São Paulo (1972). Foi professor titular da Universidade de São Paulo, docente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e professor titular das Faculdades Metropolitanas Unidas. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Teoria do Estado; atuando principalmente no Direito do Trabalho. Também foi Juiz do Trabalho, Promotor de Justiça e chefe da Consultoria Jurídica do Ministério do Trabalho.