OAB SP recebe curso do projeto “Repórter do Futuro”


17/09/2014

O Plenário das Câmaras, no primeiro andar da nova Sede da OAB SP, teve seu primeiro evento oficial no último sábado, 13 de setembro: o XIII Curso de Informação sobre Jornalismo em Situações de Conflito Armado e Outras Situações de Violência.

O curso faz parte do projeto “Repórter do Futuro”, do Oboré – Projetos Especiais em Comunicações e Artes, com o objetivo de “criar, organizar e disseminar conteúdos comunicacionais, culturais e educativos demandados das pautas das políticas públicas, agregando valores éticos e democráticos em prol da transformação social”.
 
Marcos da Costa, Presidente da OAB SP, acompanhou as atividades junto com os estudantes de jornalismo de diferentes Faculdades, sendo as exposições do General de Brigada Otávio Santana do Rêgo Barros, chefe do CCOMCEx – Centro de Comunicação Social do Exército – e do fotojornalista André Liohn – com mais de dez anos de cobertura de situações de conflito armado e outras situações de violência.
 
“A advocacia e o jornalismo têm a mesma base: a defesa das liberdades”, afirmou Marcos da Costa durante a abertura dos trabalhos, ressaltando que a cessão do espaço teve o propósito de colaborar com a formação dos jovens ali presentes.
 
O Diretor da Oboré, Sérgio Gomes, destacou que ter uma das aulas do curso na sede da OAB SP, “além da questão prática, tem braços para o futuro, com a possibilidade de instituições importantes para o país – que tocam a vida isoladamente – poderem estabelecer pontes entre elas”.
 
A proposta de estabelecer estas “pontes” teve um momento interessante durante o almoço, quando o diálogo entre o Presidente da OAB SP, o chefe do Centro de Comunicação Social do Exército e os jornalistas presentes resultou em troca de experiências e percepções, bem como o debate entre limites da atuação de jornalistas e advogados.