Educação para a vida


15/10/2014

Neste Dia dos professores, quero saudar todos os mestres – do ensino fundamental ao superior - principalmente os professores dos Cursos de Direito, que ministram aulas para  700 mil alunos no Brasil, formando profissionais para as  carreiras jurídicas, de perfil essencialmente humanístico.
 
Símbolo do desenvolvimento dos povos, a educação é também um direito presente na Declaração de Direitos do Homem. Mas, para que haja educação é preciso um educador capaz de transmitir conhecimento, de incentivar, de criar nos alunos a necessidade  do saber, de despertar a paixão pelo estudo, pelo sonho e pela vida.
 
Nas salas de aula dos Cursos de Direito muitos mestres foram mais que professores. Foram e ainda são referências para todos aqueles que, como eles, optaram pela missão de ensinar. Nomes como Goffredo da Silva Telles, Raymundo Faoro, Hermínio Alberto Marques Porto, Miguel Reali, Esther de Figueiredo Ferraz,  Teotônio Negrão e Amauri Mascaro Nascimento , entre outros, que são exemplos de dedicação a um ideal,  que se
 dedicaram a compartilhar a erudição que obtiveram em anos  de estudos, pesquisas e comprometimento. Fica, ainda, uma ressalva especial aos professores da Escola Superior da Advocacia, que auxiliam a construir a educação continuada dentro da classe.
 
E para encerrar, cito Sêneca, advogado, escritor e intelectual do Império Romano, que resume a importância da educação: “A vantagem é recíproca, pois os homens, enquanto ensinam, aprendem.”

Marcos da Costa
Presidente da OAB SP