Conferência Regional abre espaço para analisar a participação da Mulher Advogada


07/11/2014

Conferência Regional abre espaço para analisar a participação da Mulher Advogada
Marcos da Costa: "A Ordem tem numericamente mais mulheres do que homens em seus quadros e a participação das advogadas têm de ser cada dia mais intensa".

Reunindo as Subseções das Zonas Leste e Norte da Capital, com 12 mil advogados inscritos, a OAB SP realizou na última sexta-feira (31/10), a 13ª Conferência da Advocacia, no prédio da Universidade Cidade de São Paulo – Unicid , do Tatuapé. Na parte da manhã, houve reunião de trabalho entre dirigentes da Secional , CAASP e Subseções do Ipiranga, Itaquera, Penha de França, Santana, São Miguel Paulista, Tatuapé e Vila Prudente. E, na parte da tarde, aconteceu a plenária com a participação dos Presidentes, palestrantes e advogados.

Entre os temas tratados nesta edição da Conferência Regional - como demora no pagamento das certidões da assistência judiciária, prerrogativas (revista em fóruns), Cejusc, colaboradores, transporte de advogados e exercício ilegal da profissão - destacou-se a participação da mulher advogada na gestão da OAB SP.

“ A Ordem hoje tem numericamente mais mulheres do que homens em seus quadros e a participação das advogadas têm de ser cada dia mais intensa, sendo que a OAB SP ficará mais fortalecida com sua presença. Vivemos em um país machista (somente 9,9% dos deputados federais são mulheres e 13,6% do Senado) e a Ordem precisa dar exemplo, ampliando espaço para a mulher. Através dela faremos uma Advocacia mais valorizada”, disse o Presidente da OAB SP, Marcos da Costa.

Para o Secretário-geral da OAB SP e Coordenador do evento, Caio Augusto Silva dos Santos, que fez um balanço positivo da Conferência, a OAB SP, na questão da mulher advogada, tem servido de exemplo para todo o País: ”Se hoje no plano nacional, o Conselho Federal discute a previsão legal de cotas para mulheres dentro das eleições da Ordem; no contexto da OAB SP, as mulheres e os jovens advogados têm galgado seu espaço. A Secional paulista tem feito sua lição de casa, tanto que as mulheres e jovens têm tido oportunidades. Todos nós somos de uma única raiz: a advocacia e quando trabalhamos juntos conseguimos suplantar todas as barreiras”.

Presidente da Subseção anfitriã do evento, Leopoldo Luis Lima Oliveira, do Tatuapé, disse ser uma honra recepcionar todas as subseções no sentido de multiplicar o trabalho que a Ordem realiza e defender as bandeiras maiores da Advocacia: “Nesta Subseção [Tatuapé] a mulher tem participação sempre destacada, tanto que dentro da homenagem aos decanos vai homenagear a advogada com inscrição mais antiga e a mais experiente: Vilma Cristino. O papel da advogada é sempre importante e tem de ser valorizado”, afirmou Leopoldo.

Outros seis decanos foram homenageados na Conferência Regional pelos Presidentes Marcos da Costa e Fábio Canton Filho e pelo Secretário-geral Caio Augusto Silva dos Santos: Luiz Dalton Gomes (Ipiranga), pai da presidente atual; José Brasiel de Queiroz (Itaquera); José Barros Vicente (Penha); Dorival Ercole Brechiani (Santana); José Duarte (São Miguel Paulista) e Antonio Carlos dos Reis (Vila Prudente).

Maior representatividade

A questão da representatividade das advogadas foi apresentada pela Presidente da Subseção do Ipiranga, Andréa Regina Gomes, que disse estar preocupada com a questão: “Somos a maioria dos inscritos, mas temos poucas mulheres nos cargos de comando da Ordem. Precisamos estimular as mulheres a participar mais. Tenho feito isso na entrega de carteiras e hoje tenho mais advogadas do que advogados na composição das comissões”.

Na visão da Presidente de Santana, Eliana Malinosk Casarini, houve uma mudança no paradigma no cenário nacional e 1/3 dos lares brasileiros têm mulheres como chefes de família e isso impõe que elas participem mais. “Ainda é ínfima a participação das mulheres na política partidária e na política de Ordem, é preciso ampliar esse espaço, que tem de ser conquistado. As advogadas devem pleitear mais cargos e concorrer”, ressaltou.

O Presidente de Itaquera, Eudecio Teixeira Ramos ponderou que em sua Subseção, a mulher advogada tem tido ampla participação na Diretoria, ESA e comissões. E para o Presidente de Penha de França, Márcio Gonçalves, é importantíssimo o crescimento dessa participação da mulher dentro da Ordem: “A advogada tem uma sensibilidade nata, sendo mais sensível aos reclamos, quer da sociedade, da cidadania ou da própria advocacia”.

João Luiz Pomar Fernandes, Presidente de São Miguel Paulista, elogiou a participação das mulheres: “Hoje temos muitas advogadas operosas, participantes e inseridas no trabalho da subseção”. E Sidnei Romão, Presidente de Vila Prudente, também defendeu maior participação das mulheres advogadas, sem qualquer distinção.

A Presidente da Comissão da Mulher Advogada, Kátia Boulus, afirmou ter total apoio das Diretorias da Ordem e Caixa para realizar o trabalho da comissão: “Esse empoderamento da mulher passa pelo conhecimento e conscientização, trabalho que vimos fazendo com o apoio do Departamento de Cultura e Eventos, com palestras e com eventos, como o Outubro Rosa, realizado na Caasp. É necessário saber o que fazer, como fazer e qual o objetivo a ser atingido: ampliar espaço da advogada na política institucional”.

Fábio Romeu Canton Filho, Presidente da CAASP, que realiza a Campanha da Saúde da Mulher, também fez uso da palavra e ressaltou que a Caixa tem como sua primeira missão prestar assistência ao advogado carente. Também fez referência à economia que o advogado faz nas 37 livrarias da Caixa, que numa gestão somam R$16 milhões e comercializam 600 mil livros a preço de custo e nas 37 farmácias, que totalizam R$ 105 milhões.

Ao longo da Conferência, os advogados tiveram seminários com José Maria Dias Neto (Presidente do Tribunal de Ética e Disciplina); Ricardo Toledo Santos Filho (Presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas); Everton Zadikian (Presidente da Comissão do Jovem Advogado); Aislan Trigo (Presidente de Jales sobre Assistência Judiciária) e Kátia Boulus (Mulher Advogada).

Além dos citados, compuseram a mesa de trabalhos da 13ª Conferência da Advocacia: Antonio Ruiz Filho, Secretário-geral adjunto; Carlos Roberto Fornes Mateucci, Diretor-tesoureiro; Umberto Luiz Borges D´Urso, Diretor Cultural; e os Conselheiros Judileu José da Silva Júnior, Fábio Mourão; Edivaldo Mendes da Silva, Wudson Menezes Ribeiro e Luis Roberto Mastromauro; Diretora-tesoureiro da CAASP, Célio Luiz Bittencourt e a Diretora, Gisele Fleury Charmilot de Lemos.