Aguaí e São Sebastião da Grama iniciam construção de sedes próprias


19/05/2015

Aguaí e São Sebastião da Grama iniciam construção de sedes próprias
Caio Augusto Silva dos Santos, secretário-geral da OAB SP, representou o presidente licenciado, Marcos da Costa, na inauguração da pedra fundamental da nova Casa da Advocacia e Cidadania da Subseção de São Sebastião da Grama

Na semana passada, em 15 e 16 de maio, ocorreram solenidades especiais para os advogados das Subseções de São Sebastião da Grama (183ª) e de Aguaí (153ª), com o lançamento das pedras fundamentais nos terrenos em que serão construídas as novas Casas da Advocacia em cada uma das localidades.

Justificando a necessidade de a Ordem aprimorar sua infraestrutura, Caio Augusto Silva dos Santos, secretário-geral da OAB SP, que compareceu às cerimônias nas duas cidades, destacou em ambas que “a Casa da Advocacia é o espaço físico em que a OAB SP cumpre duas importantes missões: dar apoio ao advogado, com a estrutura de trabalho e as ações de defesa das prerrogativas profissionais, e atender à população carente que procura os nossos serviços, via convênio da Assistência Judiciária”. Já o diretor da Caixa de Assistência do Advogado (CAASP), Adib Kassouf Sad, aproveitou para comemorar a viabilização dos projetos que terão condições de abrigar, de maneira mais apropriada, o “Espaço CAASP” em cada uma das subseções.

Em discurso, durante o lançamento da pedra fundamental, a presidente da Subseção de São Sebastião da Grama fez um relato da trajetória que levou à efetivação do sonho da sede própria, lembrando que a diretoria anterior deu o primeiro passo ao conseguir a cessão do terreno municipal para o projeto, enquanto a diretoria atual solicitou a construção da Casa junto à Secional. “Deixo aqui o meu reconhecimento ao esforço de todos aqueles que contribuíram com um capítulo especial na história desta Subseção, uma conquista da advocacia e da cidadania”, ressaltou Juliana Fernandes de Marco. Hoje, a Subseção de São Sebastião da Grama funciona em imóvel alugado, sendo uma casa bem conservada, mas como sua origem teve finalidade residencial, ali não há disposição adequada de espaços projetados especificamente para atendimento ao público e às atividades da advocacia, como palestras em auditório, por exemplo.

Aguaí e São Sebastião da Grama iniciam construção de sedes próprias 5
Caio Augusto Silva dos Santos, secretário-geral da OAB SP, e José Carlos Milanez Junior, presidente da Subseção de Aguaí, durante o lançamento da pedra fundamental ao lado de membros da diretoria local

No caso da Subseção de Aguaí, além de estar instalada em imóvel sem esta previsão, também há a questão da acessibilidade em jogo, uma vez que “a sede atual fica em um sobrado, o que causa problema para advogados e cidadãos que têm dificuldades de locomoção”, explicou José Carlos Milanez Júnior, presidente da Subseção. Neste caso, o terreno também foi doado pelo poder público municipal e a nova sede deve ficar pronta em um ano, com um projeto arquitetônico que conseguiu aproveitar bem o lote de mais de mil metros quadrados, chegando a uma planta de apenas um pavimento e com espaços (de permanência e passagem) com medidas que garantem acesso facilitado, luminosidade e conforto.



Reconhecimento do papel da Ordem
 

No caso das duas subseções, os terrenos em que as sedes próprias serão construídas foram doados pelas respectivas prefeituras, “uma prova do reconhecimento da função social que a advocacia e a OAB SP, por meio de suas subseções, desempenham em todo o Estado de São Paulo”, avaliou Caio Augusto Silva dos Santos, secretário-geral da OAB SP.

Em Aguaí, o prefeito em exercício, Adalberto Fass, comemorou porque “a nova sede da OAB SP representa mais um passo no progresso e ascensão da cidade, por isso quero parabenizar a advocacia da nossa cidade e desejar sorte e sucesso”. José Francisco Martha, prefeito de São Sebastião da Grama, também destacou a importância da Subseção local para o dia a dia do município e usou a expressão “orgulho desta conquista maravilhosa” para avaliar a parceria entre a OAB SP e o município.

Nas duas solenidades, estiveram presentes os conselheiros secionais Luís Augusto Braga Ramos e Benedito Alves De Lima Neto.