Troca de experiências em prol da cidadania reúne ONU e a OAB SP


03/08/2015

Troca de experiências em prol da cidadania reúne ONU e a OAB SP
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, recebe o italiano ALberto Padova, representante da ONU, em seu gabinete

Um encontro em defesa da cidadania sem fronteiras. Assim poderia ser descrita a simpática reunião entre o representante da Organização das Nações Unidas (ONU), o italiano Alberto Padova, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção São Paulo, Marcos da Costa. Aproximados por iniciativa da presidente da Comissão de Direito do 3º setor da OAB SP, Lúcia Bludeni, e da equipe da Legião da Boa Vontade (LVB), capitaneada pelo diretor Danilo Parmegiani, todos se juntaram na sede oficial da Secional Paulista para trocar experiências sobre iniciativas em prol do cidadão e dos valores do Estado Democrático de Direito.

As campanhas mais recentes da Secional paulista da Ordem a favor da Reforma Política Já!; pela luta contra a Corrupção, Não; no pedido por respeito a Diversidade Sexual; e no combate ao Trote violento, tô fora foram compartilhadas com o chefe da Seção de ONGs do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas e do Conselho Econômico e Social da ONU, Padova. Diante das peças ele ponderou: “É impressionante observar como esses assuntos são críticos não só no Brasil, pois vivemos esses mesmos problemas na Itália”.

Marcos da Costa ainda apresentou o livro Coragem - Advocacia Criminal nos Anos de Chumbo, editado pela Ordem como resgate de relevante período da história do país, os anos de regime de exceção, quando os advogados dos presos políticos tiveram papel essencial em defesa dos Direitos Humanos. “Acreditamos que o número de submetidos à tortura no Brasil foi menor do que no restante da América Latina nesses tempos sombrios justamente por conta do fundamental papel da advocacia. De certa forma, a intervenção deles ainda que restrita inibiu maios atrocidades”, pontuou o presidente da Ordem.

Em torno desse mesmo tema tão caro às democracias que protegem o direito do cidadão se expressar, Costa mostrou aos representantes da ONU e da LBV o projeto do Memorial da Luta pela Justiça que a OAB SP prepara com recursos de interação tecnológica para contar as histórias e os arquivos desses criminalistas que defenderam clientes no período da Ditatura brasileira.

Ao final do profícuo encontro, a advogada Lúcia Bludeni ponderou que “esta visita da LBV aqui, anfitriã do senhor Padova em roteiro oficial ao Brasil, aprofunda ainda mais o protagonismo da Comissão do Direito do 3º Setor no seu diálogo permanente com a sociedade civil que dá visibilidade ao trabalho em rede desenvolvido em prol da cidadania”.

Troca de experiências em prol da cidadania reúne ONU e a OAB SP - Banners
Banners de campanhas lançadas pela OAB SP