Advogados trabalhistas ganham centro de convivência perto do Fórum Ruy Barbosa


09/11/2015

Advogados trabalhistas ganham centro de convivência perto do Fórum Ruy Barbosa
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, durante a inauguração do Centro de Convivência dos advogados trabalhistas, ao lado de Lívio Enescu, presidente da AAT-SP

Com o maior número de profissionais atuantes em relação à classe, aproximadamente 47 mil advogados de acordo com a Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo (AAT-SP), a advocacia trabalhista ganhou (05/11) um Centro de Convivência. Localizado na avenida Marques de São Vicente, 446, na Barra Funda e próximo ao Fórum Ruy Barbosa, o local criado pela AAT-SP oferece aos profissionais do Direito boa infraestrutura, com auditório, computadores e lounge para descansar e se reunir antes ou depois de ir ao fórum.

Uma das autoridades presentes no dia da inauguração, o presidente da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcos da Costa, lembrou das conquistas da classe nos últimos anos, em especial a trabalhista. Muitas delas, como o direito às férias de 30 dias, graças a união de forças empreendidas pelas entidades representativas, como a OAB SP.

“Quando a advocacia está unida, não há desafio que não possa ser superado, tanto que a conquista de nossas férias foi possível em função dos esforços de todas as entidades representativas”, disse Costa. No dia 26 de outubro, o presidente da Secional paulista da Ordem fez a sustentação oral no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região para garantir a ampliação do recesso forense, que passou a ser de 20 de dezembro de 2015 a 20 de janeiro de 2016. O pleito já havia sido reconhecido pelo TRT-15, também após negociações tendo à frente a OAB São Paulo.

Em seu discurso, o presidente da AAT-SP, Lívio Enescu, destacou o esforço da entidade “para a realização deste sonho”. “Este local atenderá toda a comunidade da advocacia trabalhista, em uma integração total”. Ele aproveitou para classificar outras conquistas para os profissionais da área em conjunto com a OAB SP, principalmente na defesa das prerrogativas profissionais. “Agimos em conjunto com a OAB SP para que as ofensas sofridas no âmbito de trabalho sejam amplamente rebatidas”, disse.

Ao lado do presidente Marcos da Costa, estiveram presentes o presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB SP, Ricardo Toledo, além de vários presidente de Comissão e conselheiros Secionais. Pela CAASP, compareceram os diretores Rodrigo Ferreira Lyra (secretário-geral) e Jorge Eluf Neto (secretário-geral adjunto) e Gisele Fleury de Lemos. Compareceram ainda representantes da magistratura e de outras entidades.