São Paulo parabeniza o gaúcho Claudio Lamachia à frente da OAB Nacional


01/02/2016

São Paulo parabeniza o gaúcho Claudio Lamachia à frente da OAB Nacional
O advogado gaúcho Claudio Pacheco Prates Lamachia é o novo presidente do Conselho Federal da OAB

Presente à votação da chapa que vai comandar o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil no próximo triênio, o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, desejou sucesso aos eleitos e reforçou a importância do diálogo e da manutenção do trabalho conjunto em prol de uma instituição cada vez mais respeitada no debate dos temas que interessam ao Brasil e à cidadania.    

Lideranças da advocacia nacional, que hoje representam mais de 900 mil profissionais em todo o país, estiveram reunidas em Brasília, no fim da tarde do domingo (31/01), para acompanhar os membros do Colégio Eleitoral votarem a chapa que comandará o órgão supremo da classe. Conforme determina o Estatuto da Advocacia e o Regulamento Geral da OAB, cotaram 81 conselheiros federais, que representam 26 estados e Distrito Federal.

A chapa única, encabeçada pelo advogado gaúcho Claudio Pacheco Prates Lamachia vai conduzir a entidade. Ao seu lado do presidente, na tarefa de representar a advocacia e defender o Estado Democrático de Direito, estão: Luis Cláudio Chaves (MG), vice-presidente; Felipe Sarmento (AL), secretário-geral; Ibaneis Rocha (DF), secretário-geral adjunto; e Antonio Oneildo Ferreira (RR), que permaneceu na função de diretor-tesoureiro.

Estreia gaúcha
Claudio Lamachia é o primeiro advogado atuante no Rio Grande do Sul a presidir a entidade em seus 85 anos de existência. Em seu discurso de posse ele assegurou que a entidade manterá uma permanente busca de valorização aos honorários advocatícios e uma defesa intransigente das prerrogativas profissionais. Em sua trajetória pela OAB foi duas vezes presidente da OAB-RS.

Os membros do Conselho Federal por São Paulo são Marcia Melaré, Luiz Flávio Borges D'Urso, Guilherme Batochio, Arnaldo Wald Filho, Aloisio Lacerda de Medeiros e Carlos José Santos da Silva.