Entusiasta da Revolução Constitucionalista de 1932, Ives Gandra da Silva Martins recebe Colar da Vitória na OAB SP


19/05/2016

Entusiasta da Revolução Constitucionalista de 1932, Ives Gandra da Silva Martins recebe Colar da Vitória na OAB SP
Ives Gandra foi homenageado com a Colar da Vitória da Sociedade Veteranos de 32 - MMDC

O advogado Ives Gandra da Silva Martins recebeu nesta terça-feira (17/05) o Colar da Vitória da ‘Sociedade Veteranos de 32 - MMDC’. A homenagem é oferecida a personalidades que colaboram para a divulgação de estudos relacionados com a história, em especial, a da Revolução Constitucionalista de 1932.

A cerimônia de outorga foi realizada no plenário dos conselheiros na sede da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil e comoveu o jurista: “Sou da Academia Paulista de História e um dos entusiastas dos estudos referentes à Revolução de 1932, da qual meu pai foi um dos apoiadores. Receber esse baluarte, portanto, me emocionou. Também porque estava no conselho Secional, do qual já fiz parte, e cercado por amigos também conselheiros”.

Após receber o Colar da Vitória, o professor que também é presidente da Comissão de Reforma Política da OAB SP, ministrou uma palestra sobre a contribuição histórica de São Paulo para o país. Ives Gandra recordou que a capital paulista não só iniciou o movimento constitucionalista na década de 1930, mas também é responsável pela dimensão atual do Brasil, uma vez que os Bandeirantes paulistas expandiram o território, indo além do Tratado de Tordesilhas.

Compuseram a mesa-diretora do evento os conselheiros Secionais Tallulah Kobayashi De A.Carvalho; Rui Augusto Martins; Kátia Boulos; Umberto Luiz Borges D´Urso, também diretor de Cultura e Eventos da OAB SP; Ivette Senise Ferreira, diretora da Escola Superior de Advocacia e Mário Fonseca Ventura, presidente da Sociedade Veteranos de 32 - MMDC e Sérgio Redó, presidente da Associação Paulista de Imprensa.