Candidatos de Campinas apresentarão programa de governo em evento por eleições limpas


09/09/2016

Para ampliar a possibilidade aos candidatos à Prefeitura de Campinas de apresentarem seus projetos de governo, a Subseção local promoverá uma semana de encontros desses concorrentes ao cargo com advogados e a população local. A programação faz parte do “Manifesto por eleições limpas” da Secional paulista da Ordem e acontecerá na Casa da Advocacia e da Cidadania entre os dias 12 e 16 de setembro.


Ao longo de cinco dias, os nove postulantes campineiros – Jacó Ramos (PHS), Edson Dorta (PCO), Artur Orsi (PSD), Marcos Margarido (PSTU), Marcela Moreira (PSOL), Surya Guimaraens (Rede), Jonas Donizette (PSB), Hélio de Oliveira (PDT) e Márcio Pochmann (PT) – terão a oportunidade de esmiuçar suas propostas. Além disso, irão assinar o decálogo de compromissos em que ratificam a obrigação de realizar um pleito ético, respeitando os princípios básicos do Estado Democrático de Direito e da Constituição Federal. Eles também terão de responder perguntas elaboradas pelos advogados presentes.

Conforme entendimento do presidente da OAB de Campinas, Daniel Blikstein, trata-se de uma oportunidade para a população conhecer melhor o candidato e, a partir de suas exposições de ideias, avaliar em quem votar. Ele explica que a cidade tem população de quase 1 milhão de habitantes e conta com 11,5 mil advogados inscritos, exigindo uma administração municipal bem mais transparente. “A OAB contribuirá para que a exigente população de Campinas tenha condições de conhecer detalhadamente o projeto daqueles que pretendem comandar a cidade nos próximos quatro anos”, enfatiza.

Nos dez compromissos elaborados pela Secional paulista da Ordem, consta ainda o combate permanente à corrupção. Na mesma linha, o prefeito eleito não poderá praticar atos de improbidade administrativa, bem como propugnar pelo fim das votações secretas nas Câmaras Municipais e não praticar atos em benefício próprio ou de outras pessoas.

Confira o manifesto e as dez propostas da OAB SP por eleições limpas, no site.