Mais um candidato a assinar manifesto da OAB SP, João Bico cita revitalização do centro e segurança pública


13/09/2016

Mais um candidato a assinar manifesto da OAB SP, João Bico cita revitalização do centro e segurança pública

O empresário João Bico, candidato pelo PSDC à corrida eleitoral pela prefeitura municipal de São Paulo, esteve na Secional paulista da Ordem, nesta terça-feira (13/09), e apresentou algumas ideias de seu plano de governo. Ele destacou dois projetos. Um deles é o de restauração do centro da capital: a ideia é reurbanizar o local - um dos movimentos é ocupar a região com postos de incentivo ao turismo, lojas, restaurantes e áreas culturais utilizando construções pré-fabricadas de módulos de contêineres. O projeto seria viabilizado por meio de parcerias público-privadas ou concessões, com ideia de atrair também investidores estrangeiros. "Uma das contrapartidas que a iniciativa privada vai trazer é a condição para tirarmos os moradores de rua e acabarmos com a Cracolândia", disse.

Ao fim de sua fala, assinou o manifesto 'Eleições Limpas', elaborado pela Secional paulista. O documento elenca dez compromissos, entre eles que os candidatos garantam trabalho transparente nas campanhas e se oponham à criação de cargos comissionados. Na ocasião, o candidato também destacou a preocupação em desenvolver um trabalho de integração entre as polícias, incluindo as estruturas de esfera federal, para reforçar a segurança pública. “São Paulo não está sendo cuidada e a segurança é instável. Ao olhar alguns dados vemos porque: o sistema de segurança recebeu R$ 340 milhões de orçamento da prefeitura municipal. No mesmo ano, foram adquiridos 840 radares por R$ 550 milhões, o que mostra as prioridades da atual gestão”, criticou.

O segundo projeto que citou, antes de lembrar que todas as propostas estão disponíveis em www.joaobico.com.br, foi o ‘Convênio Verde, Azul e Branco’, com as Forças Armadas. “Não para a segurança”, disse, visto que nesse campo a responsabilidade é a segurança nacional. “Mas para criar um centro de referência para poder desenvolver grandes projetos, como moradia, com toda essa mão de obra do Exército brasileiro”. Bico lembrou que a área de engenharia do Exército já atuou, com habilidade, nas obras de ampliação do aeroporto de Guarulhos. “Foi a única obra do PAC para a Copa do Mundo entregue no prazo, sem aditivo financeiro”, finalizou.