38ª edição do Prêmio Vladimir Herzog reúne vencedores em 25/10


07/10/2016

Em sessão pública na Câmara Municipal de São Paulo, e com transmissão ao vivo pela internet, a comissão organizadora do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos escolheu na sexta-feira (07/10) os vencedores da sua 38ª edição. A cerimônia de premiação, como tradicionalmente tem ocorrido nos últimos anos, será realizada no próximo dia 25 de outubro, às 19h00, no Teatro da Universidade Católica (TUCA), na Rua Monte Alegre, 1024.

Premiação significativa na área de direitos humanos no Brasil, o troféu Vladimir Herzog reconhece os trabalhos jornalísticos que valorizam temas relacionados aos valores democráticos em oito categorias: Artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), Fotografia, Documentários de TV, Reportagem de TV, Rádio, Jornal, Revista e Internet. Ao todo foram inscritos 567 trabalhos nesta edição. Eles passaram pela avaliação de um júri técnico composto por 24 pessoas que elegeu os três melhores em cada área. A partir da seleção, a comissão organizadora definiu os vencedores.

Atualmente onze instituições integram o Prêmio Vladimir Herzog, entre elas a Ordem dos Advogados do Brasil: Conselho Federal e Seção São Paulo da OAB; Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji); Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio); Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo; Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP); Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj); Instituto Vladimir Herzog; Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo; Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, e Sociedade Brasileira dos Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

Para o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, a premiação celebra trabalhos de reportagem que preservam o respeito à cidadania e aos direitos civis em um legítimo Estado Democrático de Direito. “O advogado, fiel à sua missão constitucional de servir à administração da Justiça, tem atuado na linha de frente em defesa da liberdade, da livre expressão, da igualdade, da solidariedade, do direito ao contraditório, paradigmas das nações democráticas e inerentes ao espírito do prêmio”, pontua.

Prêmio Vladimir Herzog Especial 2016
Desde 2009, a Comissão Organizadora indica jornalistas que serão homenageados pelos relevantes serviços prestados às causas da Democracia, Paz, Justiça e contra a Guerra. Neste ano, receberão as homenagens Elio Gaspari e Cláudio Abramo (in memoriam).
Confira, a seguir, os vencedores:

Arte
Vencedor
Brum (Rodrigo Serra Brum Machado)
“Monstro”
Jornal Tribuna do Norte – Natal (RN)

Menção honrosa
Samuca (Samuel Rubens de Andrade)
“Eu vi um Pokémon”
Diário de Pernambuco – Recife (PE)

Fotografia
Vencedor
André Lucas Almeida (André Lucas de Almeida)
“Repressão policial contra secundaristas”
Brasil Post – São Paulo (SP)

Menção honrosa
Ricardo Oliveira (Sergio Ricardo de Oliveira)
“Piaçabeiros e Piabeiros, às margens do Rio Negro, das leis trabalhistas e dos direitos humanos”
Jornal Amazonas Em Tempo – Manaus (AM)

Internet
Vencedora
Natalia Viana (Natalia Viana Rodrigues)
“Especial 100”
Agência Pública – São Paulo (SP)
http://apublica.org/100

Menção honrosa
Juan Torres (Juan José Torres Gilardi)
“O Silêncio das Inocentes”
Correio – Salvador (BA)
http://www.correio24horas.com.br/blogs/silenciodasinocentes/

Menção honrosa
Elvira Lobato (Elvira Lobato Araújo)
“TVs da Amazônia – Uma realidade que o Brasil desconhece”
Agência Pública – Rio de Janeiro (RJ)
http://www.apublica.org/tvsdaamazonia/

Jornal
Vencedor
Leonencio Nossa (Leonencio Nossa Junior)
“Terra Bruta”
O Estado de S. Paulo – Brasília (DF)

Menção honrosa
Vitor Hugo Brandalise (Vitor Hugo Brandalise Junior)
“Por cima, não: ‘acima’”
O Estado de S. Paulo – Caderno Aliás – São Paulo (SP)

Rádio
Vencedora
Michelle Trombelli (Michelle de Bastos Trombelli)
“Especial 10 anos – Lei Maria da Penha”
Rádio BandNews FM – São Paulo (SP)

Revista
Vencedora
Cristine Kist
“O bandido está morto e agora?”
Revista Galileu – São Paulo (SP)

Menção honrosa
Maria Clara Nicolau Vieira
“Pequenos e invisíveis: a mortalidade das crianças indígenas”
Revista Crescer – São Bernardo do Campo (SP)

Documentário
Vencedora
Débora Brito (Débora Teles de Brito)
“Mulheres do Zika”
TV Brasil – Brasília (DF)
Luana Ibelli (Luana Fernanda Ibelli)

Menção honrosa
“Racismo na escola”
TV Brasil – São Paulo (SP)

Reportagem de TV
Vencedora
Monica Pinheiro (Monica Maria Pinheiro Villar de Queiroz)
“Chacina em Osasco”
TV Globo – São Paulo (SP)

Menção honrosa
Daniel Motta (Daniel Paulino Mota)
“Rota da Castanha: exploração sem limites”
TV Record – São Paulo (SP)

38ª edição do Prêmio Vladimir Herzog reúne vencedores em 25/10