OAB SP recebe os novos advogados e estagiários em solenidades


01/11/2016

OAB SP recebe os novos advogados e estagiários em solenidades
A partir da esquerda: Alex Quirino, membro da Comissão do Jovem Advogado; Rossano Rossi, diretor da CAASP; e Rui Augusto Martins, conselheiro na cerimônia de entrega de carteiras aos novos advogados e estagiários

No último dia 25/10, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo realizou, no auditório da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (CAASP), três solenidades de entrega de carteiras para os novos advogados e estagiários. Rui Augusto Martins, conselheiro estadual; Fernando Castelo Branco, presidente da Comissão de Seleção e Inscrição da OAB SP, e Leandro Caldeira Nava, presidente da Comissão do Jovem Advogado da OAB SP, representaram o presidente da Secional paulista da Ordem, Marcos da Costa, no ato solene. Nas cerimônias, foram entregues 251 carteiras, sendo que 149 foram para as mulheres.

OAB SP recebe os novos advogados e estagiários em solenidades
Gustavo Neves Forte, da Comissão de Seleção e Inscrição fala durante a cerimônia de entrega de carteiras

Na primeira sessão do dia, Rui Martins se dirigiu aos novos inscritos lembrando que aquela solenidade é um rito de passagem e o recebimento da carteira profissional traz novas obrigações: “Ela é a arma de vocês para defender a democracia”. O presidente da Comissão de Direito Administrativo da OAB SP e diretor da CAASP, Adib Kassof Sad, expôs aos jovens advogados e estagiários os benefícios e convênios que a Caixa de Assistência disponibiliza, destacando que no último ano quatro mil advogados receberam auxílio da Caixa por se encontrarem em dificuldades financeiras e sem possibilidade de arcarem com despesas médicas. Adib Kassouf falou, ainda, de responsabilidades: “O advogado não defende os próprios direitos, mas os alheios. A nossa grande preocupação, a partir de hoje, está essencialmente em ajudar o nosso semelhante e defender o estado democrático de direito”. 

No período da tarde, Fernando Castelo Branco destacou o papel institucional de zelar pela qualidade dos inscritos: “Os que recebem nesse auditório seus documentos funcionais, tenho certeza, são qualificados”. Castelo Branco lembrou com preocupação a quantidade de cursos de Direito existentes no país – chegam a 1.200, número muito superior à quantidade de cursos de Direito existentes no mundo inteiro: “Nós temos que ter um filtro, e esse filtro se chama Exame de Ordem, tanto que outras áreas já pensam em adotar uma prova semelhante para avaliar o profissional recém-formado”, argumentou.

Na última entrega do dia, Leandro Caldeira Nava convidou os novos inscritos para frequentarem a Ordem e se apropriarem dos recursos que a instituição proporciona. Nava salientou a importância de se observar e preservar os três pilares da advocacia: a ética, as prerrogativas e os estudos. Para isso, os recém-inscritos podem contar com o apoio da Comissão do Jovem Advogado que tem um grupo no WhatsApp para auxiliar a solucionar pequenas dúvidas jurídicas cotidianas. “A Comissão trabalha para receber o jovem colega de uma forma fraterna, sempre lembrando que a OAB SP é a casa da advocacia e da cidadania”. 

O vice-presidente do conselho deliberativo da OABPrev, Rodrigo Ferreira de Souza de Figueiredo Lyra, lembrou aos jovens da importância de se pensar no futuro e destacou que a OABPrev está completando 10 anos, conta 40.000 inscritos e, para finalizar, ponderou: “Nós temos o dever de pensar no nosso futuro”.  Fernanda de Almeida Carneiro e Gustavo Neves Fortes, assessores da Comissão de Seleção e Inscrição, destacaram o momento de festa que a outorga da carteira proporciona, porém lembraram que aquele também era um momento de reflexão individual sobre o significado de ser advogado na atual sociedade brasileira. 

Compuseram as mesas: Rossano Rossi, diretor da CAASP; Alex Rodrigo Martins Quirino, integrante da Comissão do Jovem Advogado; José Francisco Rezek, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal; Bruna Natalia Scalioni de Sousa, integrante da Comissão do Jovem Advogado, e Marcelo de Almeida Villaça Azevedo, presidente da Comissão de Direito Civil da OAB SP.