Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 04 / OAB SP contribui com a elaboração do Projeto Redenção na Cracolândia

Notícias

OAB SP contribui com a elaboração do Projeto Redenção na Cracolândia


04/04/2017

OAB SP contribui com a elaboração do Projeto Redenção na Cracolândia
Reunião do Comitê do Projeto Redenção

O presidente da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcos da Costa, participou na manhã desta segunda-feira (03/04) da quinta reunião geral do Projeto Redenção, que pretende atender dependentes químicos e erradicar o tráfico de drogas das regiões conhecidas como Cracolândia. Nesta edição do encontro, realizada na prefeitura da capital paulista, foram discutidos planos de ação multidisciplinar com foco direcionado para a revitalização e a requalificação da região da Luz, no centro. As apresentações e discussões concentraram-se em propostas de ação social, de urbanismo, de saúde, segurança pública e de direitos humanos.

Como representante da sociedade civil, o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, destacou que os conselhos profissionais de diferentes categorias já se reuniram tanto na Secional paulista quanto na prefeitura e demonstraram disposição para ajudar a combater a grave situação. “A sociedade civil está acompanhando, dialogando e contribuindo com esse projeto. Sempre acreditando que ele seja implantado da forma que todos nós queremos: com um olhar para os Direitos Humanos, a preocupação com todos que lá estão, praticamente abandonados, e, ao mesmo tempo, com o restabelecimento do espaço público para toda a população”, sintetizou.

Liderado pelo prefeito de São Paulo, João Doria, o encontro também contou com a participação do secretário estadual da Segurança Pública, Mágino Alves; do secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia; e dos secretários municipais Soninha Francine (Assistência e Desenvolvimento Social), Heloísa Proença (Urbanismo e Licenciamento), Patrícia Bezerra (Direitos Humanos e Cidadania), Júlio Semeghini (Governo), Fernando Chucre (Habitação), Wilson Pollara (Saúde), José Roberto de Oliveira (Segurança Urbana, Fábio Santos (Comunicação) e Anderson Pomini (Justiça).