Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 11 / Subseção de Catanduva inaugura novas instalações na sala do Fórum Estadual

Notícias

Subseção de Catanduva inaugura novas instalações na sala do Fórum Estadual


09/11/2017

Subseção de Catanduva inaugura novas instalações na sala do Fórum Estadual
A partir da esquerda: Marco César Gussoni, presidente da Subseção de Catanduva; Sissyane Rodrigues Ferreira, vice-presidente e demais diretores e conselheiro, no descerramento de placa inaugural da reinauguração da sala da OAB da Subseção de Catanduva no Fórum da Justiça Estadual

Os advogados inscritos na Subseção de Catanduva da Seção São Paulo da OAB passaram a contar (08/11) com novas instalações na sala do Fórum Estadual da comarca. Além da ampliação de espaços para realizar seus trabalhos quando vão ao local, os causídicos ganharam novos computadores e outros equipamentos. Com mais de 1.300 inscritos, a Ordem local atende ainda as cidades de Santa Adélia e de Tabapuã.

Representando o presidente Marcos da Costa e demais diretores na cerimônia, o secretário-geral da Ordem paulista, Caio Augusto Silva dos Santos, ressaltou a união da classe para que seja exercido o trabalho da advocacia em favor da sociedade. Em seu discurso, ponderou que as novas estruturas não significam apenas uma conquista para os profissionais do Direito, mas a garantia de defesa do cidadão. “O advogado quando vem ao fórum exerce a profícua função de defender os direitos de toda pessoa que busca por Justiça”, disse.

Por sua vez, o presidente da OAB de Catanduva, Marco César Gussoni, fez um relato acerca do trabalho desenvolvido para tornar possível a instalação e aproveitou para destacar o apoio recebido para tornar a estrutura mais funcional e aconchegante.  “Contamos com o incondicional da diretoria da OAB SP.” 
Além da diretoria da Subseção local, compareceram o conselheiro Secional e ex-presidente de Catanduva, Mairton Lourenço Cândido; bem como os também ex-presidentes Marcílio Dias, Antônio Carlos Rodrigues, e os presidentes de Urupês, Luduger Nei Tamarozzi, e de Bebedouro, Mário Luiz Ribeiro.  Representou a magistratura, o juiz Antônio Carlos Pinheiros de Freitas.