Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 12 / OAB SP cumprimenta nova diretoria do TJ-SP

Notícias

OAB SP cumprimenta nova diretoria do TJ-SP


06/12/2017

OAB SP cumprimenta nova diretoria do TJ-SP
Marcos da Costa, presidente da OAB SP e Manoel de Queiroz Pereira Calças, novo presidente do TJ-SP

O presidente da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcos da Costa, parabeniza o novo corpo diretivo do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), eleito nesta quarta-feira (06/12) para o biênio 2018/2019. A presidência da corte será ocupada pelo desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças. O dirigente da Ordem paulista cumprimenta, ainda, a atual equipe do TJSP liderada por Paulo Dimas Mascaretti pela qualidade do trabalho realizado à frente do tribunal, sempre marcado pelo diálogo com a advocacia.

O desembargador Pereira Calças formou-se pela Faculdade de Direito de Bauru em 1972. Ingressou na magistratura em 1976, como juiz substituto da 15ª Circunscrição Judiciária com sede em São José do Rio Preto. Trabalhou nas comarcas de Paulo de Faria, Capão Bonito, Tanabi, São José do Rio Preto e São Paulo. Chegou ao 2º Tribunal de Alçada Civil em 1995 e alcançou o posto de desembargador do TJ-SP em 2005. Foi vice-diretor da Escola Paulista da Magistratura no biênio 2014/2015 e corregedor-geral da Justiça de São Paulo no biênio 2016/2017.

Integram o corpo diretivo os desembargadores Artur Marques da Silva Filho (vice-presidência), Geraldo Francisco Pinheiro Franco (Corregedoria Geral da Justiça), Gastão Toledo de Campos Mello Filho (presidente da Seção de Direito Privado), Getúlio Evaristo dos Santos Neto (presidente da Seção de Direito Público), Fernando Antonio Torres Garcia (presidente da Seção de Direito Criminal). De acordo com o TJSP, o Conselho Superior da Magistratura paulista para o biênio 2018-2019 também será composto pelo desembargador decano José Carlos Gonçalves Xavier de Aquino.

Já para a direção da Escola Paulista da Magistratura foi eleito o desembargador Francisco Eduardo Loureiro. O vice-diretor será Luís Francisco Aguilar Cortez e o Conselho Consultivo contará com Tasso Duarte de Melo e Milton Paulo de Carvalho Filho (Direito Privado); Aroldo Mendes Viotti e Eduardo Cortez de Freitas Gouvêa (Direito Público); Francisco José Galvão Bruno e Hermann Herschander (Direito Criminal); além do juiz Gilson Delgado Miranda (juiz de entrância final).