Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 12 / Ranking da OAB SP aponta para aumento no número de praias acessíveis no litoral paulista

Notícias

Ranking da OAB SP aponta para aumento no número de praias acessíveis no litoral paulista


19/12/2017

Ranking da OAB SP aponta para aumento no número de praias acessíveis no litoral paulista

As condições das praias nas cidades litorâneas para as pessoas com deficiência melhora conforme o ranking produzido e atualizado anualmente pela Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil sobre acessibilidade do litoral paulista. Além de ajudar a proporcionar qualidade de vida a quem aproveita o período de verão à beira mar, o levantamento busca servir como parâmetro de valorização do trabalho das Subseções envolvidas e das prefeituras que se preocupam com a questão. 

Nesta segunda etapa, houve um acréscimo no número de orlas analisadas, com um salto de 223 para 279, ou seja, acréscimo de 56 novas integrantes. Entre os onze itens examinados estão percurso devidamente sinalizado, disponibilidade de cadeiras de rodas anfíbia, apoiadores, vagas exclusivas e informações para leitura em braile e libras. Conforme destaca o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, a iniciativa tem incentivado cada vez mais os entes públicos sabedores da necessidade de oferecer mais inclusão: “Houve um envolvimento maior das prefeituras neste ano, para tornar as praias mais acessíveis às pessoas com deficiência”, pontuou. 

A ação elaborada na Secional paulista e executada pelas Subseções do litoral sul (Guarujá, Iguape, Itanhaém, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente) e litoral norte (Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba), avaliou itens como estacionamento com vagas exclusivas para deficientes próximo das praias; existência de serviços de apoio às pessoas com mobilidade reduzida e disponibilidade de cadeira de rodas ‘anfíbia’; rampas de acesso e locais de banho e lava-pés com barras de apoio.  

Bertioga mais uma vez lidera o ranking por proporcionar a maior quantidade de itens acessíveis que envolvem o levantamento. As primeiras posições pertencem às praias de Enseada, Forte de São João, Guaratuba, Boraceia e São Lourenço. Em segundo lugar está Praia Grande, com as orlas de Guilhermina e Tupi. Ela também aparece em terceiro (Aviação, Balneário Flórida, Boqueirão, Caiçara, Mirim, Ocian, Solemar), posto que divide com Peruíbe (Centro, Praia Garauzinho) e em quarto (Canto do Forte). Na quinta posição estão Caraguatatuba (Centro), Ilha Comprida (Praia do Encontro e Praia do Icaraí), Santos (José Menino) e Ubatuba (Perequêa-açu). 

Questionamentos
Entre as perguntas aplicadas estão se a zona balnear possui informações acessíveis para todos os tipos de deficiência, se existe rede de percursos pedonais acessíveis e livres de obstáculos, cuja avaliação é feita desde a via pública, entrada da zona balnear, até a água para os tipos de deficiências. É considerado se os locais com vestiários, duchas, lava-pés, entre outros, possuem rampa de acesso, altura e barras de apoio laterais. 

A pesquisa também procurou informações a respeito dos serviços de apoio às pessoas com mobilidade condicionada, a existência de salva-vidas e se as prefeituras divulgam informações sobre acessibilidade. Na questão dos salva-vidas, 37 disseram ter, 100 informam não e as demais não responderam. Dos 279 formulários recebidos, mais de 75% responderam negativamente para a pergunta se os hotéis da região possuem acomodações adaptadas. Mais uma vez, a maioria das perguntas que recebeu sim foi sobre estacionamento, 39 %. Chamou atenção o fato de muitas praias não oferecerem sequer informações para todos os tipos de deficiência, como leitura em braile, com apenas 15 respostas afirmativas, ou seja, 6,7%. Confira o ranking completo na página da OAB SP – link: (http://www.oabsp.org.br/servicos/ranking-de-acessibilidade)

Confira as três primeiras praias no ranking

1º Lugar:

Bertioga (Enseada; Praia Forte do São João; Praia de Guaratuba - Costa do Sol; Praia de Boracéia ; Praia de São Lourenço – Riviera de São Lourenço

  • Informações acessíveis para todos os tipos de deficiência (Ex. leitura em Braille, libras entre outros)
  • Apoiadores
  • Salva-vidas
  • A página eletrônica da Prefeitura do Município da Zona Balnear divulga informações ao público sobre acessibilidade
  • Vagas exclusivas
  • Percursos pedonais
  • Sanitários adaptados
  • Postos de primeiros socorros
  • Cadeira de rodas anfíbia
  • Vestiários, duchas e lava-pés
  • Hotéis 

2º Lugar:

Praia Grande (Guilhermina)

  • A página eletrônica da Prefeitura do Município da Zona Balnear divulga informações ao público sobre acessibilidade
  • Apoiadores
  • Salva-vidas
  • Informações acessíveis para todos os tipos de deficiência (Ex. leitura em Braille, libras entre outros)
  • Vagas exclusivas
  • Percursos pedonais
  • Postos de primeiros socorros
  • Cadeira de rodas anfíbia
  • Vestiários, duchas e lava-pés


Praia Grande (Tupi)

  • A página eletrônica da Prefeitura do Município da Zona Balnear divulga informações ao público sobre acessibilidade
  • Apoiadores
  • Salva-vidas
  • Informações acessíveis para todos os tipos de deficiência (Ex. leitura em Braille, libras entre outros)
  • Vagas exclusivas
  • Percursos pedonais
  • Postos de primeiros socorros
  • Vestiários, duchas e lava-pés
  • Hotéis


3º lugar:

Praia Grande (Aviação, Balneário Flórida, Boqueirão, Caiçara, Mirim, Ocian e Solemar)

  • Informações acessíveis para todos os tipos de deficiência (Ex. leitura em Braille, libras entre outros)
  • Apoiadores
  • Salva-Vidas
  • A página eletrônica da Prefeitura do Município da Zona Balnear divulga informações ao público sobre acessibilidade
  • Vagas exclusivas
  • Percursos pedonais
  • Postos de primeiros socorros
  • Vestiários, duchas e lava-pés

Peruíbe (Guarauzinho) 

  • Salva vidas
  • A página eletrônica da Prefeitura do Município da Zona Balnear divulga informações ao público sobre acessibilidade
  • Vagas exclusivas
  • Percursos pedonais
  • Sanitários adaptados
  • Postos de primeiros socorros
  • Cadeira de rodas anfíbia
  • Hotéis