Função social da advocacia deu tom à entrega de carteiras em Santo Amaro

Tweet


02/03/2018

Função social da advocacia deu tom à entrega de carteiras em Santo Amaro
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, durante entrega de carteiras na OAB Santo Amaro

Em auditório lotado da Subseção de Santo Amaro, dirigentes de Ordem paulista entregaram carteiras a novos advogados e advogadas na última sexta-feira (23/02). A cerimônia que inaugurou a sala também contou com a presença de autoridades da região e do interior do estado. “A partir de hoje, a OAB SP passa a contar com a presença de vocês em seus quadros, uma advocacia tecnicamente adequada na defesa de seus clientes e, também, que se notabiliza, por sua formação humanista. Vocês são agentes de transformação social”, disse Marcos da Costa, presidente da OAB SP. Na ocasião, o dirigente destacou a importância das advogadas na instituição e citou, como exemplo, a recente nomeação de Renata Soltanovich, que se tornou a primeira mulher a presidir o Tribunal de Ética e Disciplina (TED) na Secional paulista. 

A missão da advocacia deu o tom dos discursos da noite. A presidente da Subseção, Lisandra Gonçalves, destacou a responsabilidade da função social da profissão e a característica de múnus público. “É importante ter em mente que advogar vai além de enriquecer as contas. Sei que para muitos foi uma grande dificuldade chegar até aqui, mas é preciso doar um pouco de seu trabalho, daquilo que receberam da vida, para aqueles que necessitam”, disse. Tanto Lisandra como o presidente da OAB Piauí, Francisco Lucas Costa Veloso, que também marcou presença, citaram o habeas corpus impetrado pela Secional paulista em favor de Jéssica Monteiro em fevereiro. Acusada de portar papelotes de maconha, ela estava presa com o filho recém-nascido em São Paulo. A instituição solicitou que Jéssica pudesse responder ao processo em prisão domiciliar, uma vez que sua detenção fere direitos humanos essenciais. 

“Além de agir com ética no dia a dia, é preciso ter coragem para enfrentar os desafios que vivemos em nossa sociedade. É importante não ter medo de fazer Justiça, doa a quem doer”, disse Veloso. “Parabenizo a Secional de São Paulo pela atitude de impetrar o habeas corpus em favor da mãe que acabou de dar à luz e de uma criança que, com um dia de vida, já estava encarcerada. Será esse o futuro que queremos para o nosso país, um cidadão de um dia de vida estar encarcerado sem garantias mínimas? Quem levantou a voz em prol desse cidadão foi a OAB e a Ordem agora também é formada por vocês”. Em linha, Cláudio Schefer, presidente da 24ª Turma Disciplinar de Ética da Secional (TED), e a juíza Carolina Nabarro Munhoz Rossi, diretora do Fórum Regional II de Santo Amaro, destacaram a importância da junção de esforços em prol do exercício da advocacia e agradeceram a presença dos familiares.

Função social da advocacia deu tom à entrega de carteiras em Santo Amaro
Foto oficial da solenidade de entrega de carteiras ma Subseção de Santo Amaro

Também compuseram a mesa Ivan Rafael Bueno (presidente da Subseção de Sertãozinho); Tharsila Helena Paladini Augusto (advogada e professora da Universidade de Santo Amaro); Eugênia Zarenczanski (conselheira Secional e coordenadora da Comissão de Conciliação, Mediação e Arbitragem); membros da diretoria da Subseção de Santo Amaro, Alexandre Correia (vice-presidente), Andressa Henriques de Souza (secretária-geral), Sidney da Cruz (diretor secretário-geral adjunto), Roberto Bonilha (diretor tesoureiro); Gabriela Paschoa (coordenadora da Comissão da Jovem Advocacia); Adryano Man (coordenador da Comissão de Direitos e Prerrogativas); Marcos Vichiesi (coordenador da Comissão de Direito Empresarial Previdenciário); Flávio Paschoa Jr. (coordenador da Comissão de Sociedades de Advogados); a advogada Fabiana Martens; Roberto Cabral (delegado de polícia de Bauru); o advogado Rogério Sobral; e José Carlos Rodrigues Jr. (diretor do Grupo Sul News). 

Veja mais imagens na Galeria de Fotos