Juquiá abre as portas da nova Casa da Cidadania e da Advocacia

Tweet


27/08/2018

Juquiá abre as portas da nova Casa da Cidadania e da Advocacia
A partir da esquerda: Dione Almeida Santos, presidente da Subseção de Miracatu; Marcos da Costa, presidente da OAB SP; Rodrigo Ferreira de Souza de Figueiredo Lyra, diretor da CAASP; Élcio da Silva, ex-presidente da Subseção de Miracatu; Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos, secretária-geral adjunta da OAB SP e diretores da Subseção no descerramento de placa inaugural da nova Casa da Advocacia e Cidadania de Juquiá

Com um auditório para aperfeiçoamento profissional e sala reservada para atendimento dos cidadãos através do convênio firmado entre a OAB SP e a Defensoria Pública, a nova Casa da Cidadania e da Advocacia da Subsede de Juquiá, da Subseção de Miracatu, abriu as portas em inauguração (16/08), com a presença do presidente da Secional paulista, Marcos da Costa, da secretária-geral adjunta da OAB SP, Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos; dirigentes da CAASP, da subseção, autoridades locais e a advocacia em geral.

A necessidade de uma Casa própria para atender a advocacia e a cidadania tornou-se prioritária quando um juiz decidiu pela suspensão das triagens realizadas na sala da OAB no Fórum de Juquiá. “Esta Casa é uma conquista não só da advocacia, mas também da cidadania”, enfatizou Marcos da Costa.

A presidente da Subseção de Miracatu, Dione Almeida Santos, relembrou o caso e elogiou a atuação da Secional na busca por uma solução rápida e definitiva: “O que faz a diferença em momentos de desafio é a coragem, que sepulta ou materializa sonhos e vitórias. Esta Casa é um desafio que se materializa. Quando o juiz suspendeu a triagem da sala da OAB no Fórum, a nossa maior preocupação era com o munícipe, que muitas vezes, só tinha esse caminho para chegar à Justiça. Durante dois meses, os cidadãos tiveram que contar moedas para ir até a cidade de Registro. A necessidade de uma Casa se tornou questão de honra e essa é a resposta de como a OAB SP enfrenta os desafios, com comprometimento pela advocacia e cidadania”, reforçou.

Secretário-geral da Caixa de Assistência de Advogados de São Paulo (CAASP), Rodrigo Ferreira de Souza de Figueiredo Lyra, pontuou sobre o serviço prestado pela instituição: “A luta da Dione e de toda a advocacia do Vale do Ribeira resulta em uma Casa para atender não só a advocacia, mas a população carente. Os advogados são lutadores que se dedicam e a CAASP de Miracatu virá até Juquiá para atender todos os colegas. O nosso maior objetivo é chegar até a classe onde ela estiver”, afirmou.

Criador da Subseção e primeiro presidente de Miracatu, Hélcio da Silva, discorreu sobre a trajetória da entidade na região do Vale do Ribeira e destacou a atuação da OAB SP para a inauguração do novo espaço: “O episódio da sala do Fórum acabou se tornando benéfico, do mal se fez o bem, e agora a advocacia e a cidadania de Juquiá possuem um local apropriado”.

Participaram ainda do evento, o prefeito do município, Renato de Lima Soares, o vice-presidente da Subseção de Miracatu, Eli Muniz de Lima; a secretária-geral da Subseção de Miracatu, Maria Luiza Gonçalves Arteiro; a tesoureira da Subseção de Miracatu, Cacilda Lima dos Santos; a conselheira de prerrogativas da Primeira Região, Sonia Márcia Hase de Almeida Baptista;  a juíza diretora do Fórum da Comarca de Juquiá, Mariana Parmezan Annibal; o promotor de Justiça da Comarca de Juquiá, Daniel Gustavo Costa Martori; o presidente da Câmara Municipal de Juquiá, vereador Roberto de Souza Alves; o executivo de governo da Diretoria de Ensino de Registro, Noberto Silva Marques; e a viúva do advogado homenageado in memorian, Leandro Alves de Souza, Aparecida Costa Nascimento Souza.

Veja mais na Galeria de Fotos