Atuação de Sérgio Vieira de Mello é reconhecida em homenagem in memoriam

Tweet


10/12/2018

Atuação de Sérgio Vieira de Mello é reconhecida em homenagem in memoriam
Marcos da Costa, presidente da OAB-SP; Belisário dos Santos Junior, organizador do evento e Felipe Santa Cruz, presidente da OAB-RJ; homenageiam Sergio Vieira de Mello na pessoa de sua esposa Carolina Larriera; no I Congresso Internacional da Declaração Universal dos Direitos Humanos

“O ser humano tem o direito de viver com dignidade, igualdade e segurança. Não pode haver segurança sem uma paz verdadeira, e a paz precisa ser construída sobre a base firme dos Direitos Humanos. A manutenção da paz e da segurança está indissociavelmente ligada à igualdade de direitos entre homens e mulheres”. As palavras do embaixador brasileiro Sérgio Vieira de Mello reverberaram no Congresso Internacional de Direitos Humanos da OAB SP (07/12), durante homenagem póstuma, realizada em reconhecimento à sua contribuição na luta pela defesa das causas humanistas. Em agosto de 2003, quando ocupava o cargo de Alto Comissário de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Sérgio Vieira Mello foi morto em Bagdá, no Iraque, vítima do atentado à sede da instituição.

Presidente da Ordem paulista, Marcos da Costa, juntamente com o presidente da OAB do Rio de Janeiro, Felipe Santacruz, e do advogado Belisário dos Santos Júnior, membro da Comissão Internacional de Juristas e da Comissão da Verdade da OAB SP, concederam a Láurea de Homenagem In Memoriam à companheira do embaixador, Carolina Larriera. Na oportunidade, Marcos da Costa ressaltou a atuação de Sérgio Vieira de Mello e a importância da defesa dos direitos humanos: “Recebemos neste Congresso grandes nomes da história dos direitos humanos do Brasil e de outros países e realizamos uma justíssima homenagem ao brasileiro que alcançou o cargo de maior relevância do mundo em direitos humanos, que é o Sérgio Vieira de Mello”, disse.

Com um histórico da vida e da carreira de Sérgio Vieira de Mello, Belisário dos Santos retratou o empenho do embaixador com as ações em campo, tendo participado de inúmeras missões humanitárias, em países como Líbano, Moçambique, Kosovo, Ruanda, Bangladesh, Sudão e Timor Leste. “Estes lugares foram palcos de importantes momentos da ação diplomática de direitos humanos tendo como ativista esse diplomata. O cargo de Alto Comissário só é entregue às pessoas, profunda e intimamente, ligadas à questão da defesa dos direitos humanos, não a defesa teórica, mas sim a ação em favor dos direitos humanos. Essa homenagem extremamente justa da OAB SP representa um compromisso da advocacia brasileira”, salientou.

Presidente da Secional do Rio de Janeiro, Felipe Santacruz, classificou Sérgio como um herói: “Não há nada mais forte e mais simbólico na luta, do que eventos como esse. São eventos que representam não apenas a celebração, a homenagem, a lembrança da vida de heróis, receber Láureas é muito mais que isso. O Sérgio foi um herói, representante de uma época, de um compromisso geracional do pós-guerra, construído com muito sacrifício. Essas memórias merecem ser cultivadas. Estamos remarcando princípios. Todo esforço feito de igualdade, liberdade de imprensa, democracia, precisa ter em nós, verdadeiros militantes, com serenidade, técnica, conteúdo e generosidade, com aqueles que não entendem o que estão dizendo, porque a falta de compreensão e educação, muitas vezes, é uma arma contrária a todos os valores civilizatórios aqui afirmados”, ponderou.

Emocionada, Carolina Larriera relembrou momentos da trajetória de Sérgio e da sua luta pessoal em defesa dos direitos humanos: “Esta é uma homenagem verdadeiramente emocionante. Agradeço à OAB SP por manter vivo o espírito dos defensores dos direitos humanos. Estou fazendo a minha parte para deixar acesa a chama de Sérgio, que era o brasileiro da ONU. Mas muito antes de se tornar Alto Comissário, Sérgio já trabalhava com direitos humanos, durante 30 anos, passando despercebido e trabalhando em paraísos como Moçambique, Sudão, Camboja, Ruanda. Era um idealista, e acredito que teria gostado de estar aqui, celebrando e recebendo essa homenagem, e de saber que estamos aqui reunidos, lutando por esses valores”, afirmou.

 Veja mais na Galeria de Fotos