ESA OAB SP vence desafios do triênio 2016-2018

Tweet


17/12/2018

O início da vigência de um novo Código de Processo Civil e uma série de mudanças na legislação trabalhista, além da criação e reformulação de tipos penais, impuseram desafios reais para a atualização profissional da advocacia. A Escola Superior da Advocacia (ESA) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo empreendeu esforços e implementou projetos de expansão, estrutural e de conteúdo, para oferecer o apoio tão necessário para a classe enfrentar essas transformações no Direito.

Em maio de 2017, a ESA voltou a oferecer cursos no formato telepresencial, com aulas transmitidas do estúdio da Escola, no centro de São Paulo, para 23 polos da ESA, em todo o Estado. No ano seguinte, atendendo aos pedidos da advocacia, foram acrescentados novos conteúdos a todos os formatos oferecidos – presencial, telepresencial e Ensino à Distância (EAD). “Um ponto de dedicação dos docentes e da direção da ESA foi a busca de novos temas, passando a trabalhar conteúdos como direitos da pessoa com deficiência, delação premiada, compliance, startups, digital law e blockchain”, conta Ivette Senise Ferreira, diretora da ESA.  No caso dos cursos sobre o novo Código de Processo Civil, 55 foram ministrados na modalidade presencial e os cursos gratuitos via web atingiram mais de 70.000 inscritos.

No triênio 2016-2018, a Escola inaugurou novas salas de aula na sede cultural da OAB SP, na Praça da Sé, atingindo o total de oito. No mesmo prédio, a ESA incorporou a Biblioteca da Ordem paulista, disponibilizando para os alunos um acervo de mais de 30 mil livros e 15 mil artigos periódicos. Para atender a advocacia no interior e no litoral, a estrutura dos Núcleos da ESA forma uma rede que totaliza 103 unidades, número alcançado após a inauguração de sete novos locais: Amparo, Batatais, Ilha Solteira, Ipiranga, Monte Alto, Vila Prudente e Taboão da Serra.

O investimento em tecnologia para potencializar o Ensino à Distância (EAD) foi pensado para atender o aluno pela internet durante todo o processo, desde a matrícula até a emissão de certificados on-line. Esse modelo ainda colaborou com a meta de oferecer conteúdo de qualidade a preços acessíveis, inclusive com desconto de 20% para a jovem advocacia – advogados com até cinco anos de inscrição na Ordem. Assim, nas duas modalidades de oferecidas pela ESA - EAD Telepresencial e EAD para o Mundo - mais de 3 mil alunos foram atendidos.

Esse movimento de expansão da ESA foi planejado, criteriosamente, para não comprometer a qualidade dos cursos oferecidos. Os critérios adotados garantiram o recredenciamento da ESA pelo Conselho Estadual de Educação (Portaria CEE/GP nº 147 – 23/04/2018), essencial para a oferta de cursos de Especialização. Além disso, em 2017 os cursos de Mediação e Conciliação da Escola foram reconhecidos pelo ENFAM (Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados).

“A nossa Escola Superior da Advocacia contribui para o aprimoramento profissional constante da classe. Por meio da ESA, a advocacia aprimora e atualiza o conhecimento técnico jurídico, rotina indispensável para uma melhor defesa dos direitos do cidadão, missão precípua da advocacia”, destaca Marcos da Costa, presidente da OAB SP.

Desde a sua criação (1998), Escola da Advocacia e seus Núcleos certificaram 131.390 alunos nos cursos de extensão e mais de 5.300 nos cursos de especialização. Para mais informações e inscrições nos cursos a ESA, acesse o site https://esaoabsp.edu.br ou ligue para (11) 3346-6800; ou envie um e-mail para faleconosco@esa.oabsp.org.br