Defesa incondicional da advocacia e da cidadania são as premissas de trabalho da nova diretoria da OAB SP

Tweet


02/01/2019

Posse Caio
Presidente Caio Augusto Silva dos Santos assina termo de posse da nova diretoria na sede institucional da OAB SP

A posse administrativa da nova Diretoria da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, eleita para o triênio 2019/2021, aconteceu neste primeiro dia do ano. O novo presidente da entidade, Caio Augusto Silva dos Santos, construiu sua carreira de advogado no interior de São Paulo, mais precisamente em Bauru, e tem estado à frente da Secretaria Geral da entidade ao longo dos últimos seis anos. Agora ele terá o desafio de comandar a maior Seccional da OAB, juntamente com o corpo diretivo composto por Ricardo Luiz de Toledo Santos Filho (vice-presidente), Aislan de Queiroga Trigo (secretário-geral), Margarete de Cássia Lopes (secretária-geral adjunta) e Raquel Elita Alves Preto (tesoureira). A ocasião também foi marcada pela assinatura do termo de posse dos conselheiros eleitos e dos diretores da Caixa de Assistência dos Advogados do Brasil.

Entre outras iniciativas, Caio Augusto enfatizou que a entidade deve retomar seu lugar de destaque na sociedade. “Nosso conjunto de forças trabalhará pensando nesse sentido”, afirmou. O presidente aproveitou para agradecer o esforço realizado pelo grupo eleito. “Tivemos que suplantar muitas barreiras, remover dificuldades, mas sempre com a certeza de que o passo mais importante é construirmos uma nova Ordem.”

Em sua manifestação, a diretora-tesoureira, Raquel Elita Alves Preto, enfatizou: “A OAB SP vai se posicionar com coragem, qualidade e comprometimento e vamos fazer uma gestão histórica”. O secretário-geral, Aislan de Queiroga Trigo, disse que sempre estará à disposição dos colegas. Margarete de Cássia Lopes, secretária-geral adjunta, declarou: “Com amor à advocacia, sem qualquer vaidade, nos dedicaremos para encarar os desafios que nos apresentem”. Por estar em viagem, o vice-presidente, Ricardo Toledo, não se manifestou. Coube a Alexandre Ogusuku falar em nome dos conselheiros federais. “Aquilo que se fizer necessário, farei pela advocacia no Conselho Federal”, afirmou.

Veja mais na Galeria de Fotos